HOJE; 6 de agosto: Dia de Oração pelos cristãos do Iraque

0 113

O Patriarca Caldeu Louis Rafael Sako e a Organização “Ajuda à Igreja que Sofre” (AIS) convidam todas as pessoas do mundo para um “Dia de Oração pela Paz no Iraque”, nesta quarta-feira, 6 de agosto, Festa da Transfiguração do Senhor. A iniciativa apresenta-se como uma resposta aos incessantes pedidos de oração pela paz na região feitos pelo Papa Francisco nos últimos dias.
O Santo Padre telefonou pessoalmente ao Patriarca Sako na semana passada para lhe manifestar o seu apoio. O Patriarca Sako enviou uma mensagem à Ajuda à Igreja que Sofre por ocasião deste Dia de Oração na qual se dirige a “todas as pessoas de boa vontade” para “unir as nossas vozes e nossos corações diante do Senhor, a fim de pedir a paz”.
Johannes von Heereman, Presidente internacional da Ajuda à Igreja que Sofre, reconhece que a fonte de inspiração para esta iniciativa foi o apelo do Santo Padre para que se ponha termo à violência no Iraque (como aliás noutras partes do Médio Oriente e do mundo). No domingo 20 de julho, ao Ângelus, o Papa Francisco manifestou profunda preocupação pela situação dos cristãos no Iraque e Médio Oriente em geral. Disse textualmente o Papa:

Foi com preocupação que tomei conhecimento das notícias que chegam das comunidades cristãs em Mossul (Iraque) e outras partes do Médio Oriente, onde eles viveram desde o início do cristianismo, com os seus concidadãos, oferecendo um significativo contributo ao bem da sociedade. Hoje em dia são perseguidos, estes nossos irmãos, são mandados embora, são obrigados a deixar as suas casas sem terem a possibilidade de levar nada consigo. Asseguro a estas famílias e a estas pessoas a minha proximidade e a minha constante oração.
Caríssimos irmãos e irmãs, tão perseguidos, eu sei quanto sofreis, eu sei que sois despidos de tudo, , estou convosco na fé naquele que venceu o mal. E a vós aqui na Praça, e a todos os que nos seguem … convido-vos a recordá-los na oração. Vos exorto também a perseverar na oração pelas situações de tensão e conflito que persistem em diversas partes do mundo, especialmente no Médio Oriente e na Ucrânia.
Que o Deus da paz inspire em todos um autêntico desejo de diálogo e reconciliação. A violência não se vence com a violência. A violência vence-se com a paz!

Segundo precisa Von Heereman, foi este apelo urgente que levou a convidar “não só cristãos, mas também os fiéis de outras religiões, em particular as diversas comunidades muçulmanas, que também estão sofrendo muito com a guerra, a participarem nesta oração pela paz, que abrange o mundo todo”. “Diante de tal sofrimento, como somos forçados a assistir hoje no Iraque, é hora de nos unirmos com os nossos irmãos e irmãs que sofrem e mostrar ao mundo que nós não os abandonamos”, explicou o presidente internacional de Ajuda à Igreja que Sofre.
O Patriarca Sako, que compôs uma oração para esta iniciativa, explica numa sua mensagem: “A Festa da Transfiguração de Nosso Senhor é uma festa da transformação dos corações e mentes no encontro com a luz e o amor de Deus para com a humanidade”. “Que a Luz do Tabor, através da nossa proximidade, encha de conforto e esperança os corações de todos aqueles que sofrem. Que a mensagem do Tabor, por meio de nossas orações, movam os que regem este país a sacrificar seus interesses a favor do bem geral”.
Eis a oração escrita pelo Patriarca:


Senhor,
a situação do nosso país é crítica
e o sofrimento dos cristãos é pesado e assusta-nos,
Pedimos-Te, pois, Senhor, que salves as nossas vidas,
concede-nos paciência e coragem para que possamos continuar
a testemunhar os nossos valores cristãos com confiança e esperança.
Senhor, a paz é o fundamento de toda a vida.
Dá-nos paz e estabilidade
para que possamos viver uns com os outros sem medo,
sem ansiedade, com dignidade e alegria.
Glória a Ti para sempre.

Fonte: Rádio Vaticana

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *