corte formações

A Igreja não é uma universidade da religião – o Papa em Santa Marta afirmou que a Igreja sem testemunho é estéril

0 31

A Igreja não é uma universidade da religião – afirmou o Papa Francisco na Missa em Santa Marta na manhã desta segunda-feira na qual deixou uma mensagem clara: a Igreja sem testemunho é estéril.
Na sua homilia o Santo Padre percorreu o caminho do martírio de Estevão, o primeiro mártir da Igreja. O primeiro de tantos testemunhos:
“Martírio é a tradução da palavra grega que também significa testemunho. E assim podemos dizer que para um cristão o caminho vai no rasto deste testemunho, sobre estas pegadas de Jesus para dar testemunho d’Ele e tantas vezes este testemunho acaba por dar a vida. Não se pode entender um cristão sem que seja testemunha e dê testemunho. Nós não somos uma religião de ideias, de pura teologia, de coisas belas, de mandamentos. Não, nós somos um povo que segue Jesus Cristo e dá testemunho de Jesus Cristo – e este testemunho às vezes chega a dar a vida.”
Assassinado Estevão, lê-se nos Atos dos Apóstolos, que eclodiu uma violenta perseguição contra a Igreja em Jerusalém. E desta forma – sublinhou o Papa – os cristãos dispersaram-se na região da Judeia e da Samaria. E estas pessoas aonde quer que chegavam davam testemunho de Jesus dando assim início à missão da Igreja – afirmou o Papa Francisco:
“O testemunho seja na vida quotidiana, seja com algumas dificuldades e, também seja na perseguição com a morte, sempre é fecunda. A Igreja é fecunda e mãe quando dá testemunho de Jesus Cristo. Ao invés, quando a Igreja se fecha em si própria, julga-se – digamos – uma universidade da religião, com tantas belas ideias, com tantos belos templos, com tantos belos museus, com tantas belas coisas, mas não dá testemunho, torna-se estéril. O cristão também. O cristão que não dá testemunho fica estéril, sem dar a vida que recebeu de Jesus Cristo.”
“E hoje pensando nestes dois ícones – Estevão que morre e a gente, os cristãos, que fogem, andando por todo o lado devido à violenta perseguição – perguntemo-nos: Como é o meu testemunho? Sou um cristão testemunha de Jesus ou sou um simples numerário desta seita? Sou fecundo porque dou testemunho, ou fico estéril porque não sou capaz de deixar que o Espírito Santo me leve para a frente na minha vocação cristã?” 

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *