repertorio_-para_o_-3_-domingo_da_-quaresma-

A reparação do músico no tempo quaresmal

0 113

A música cristã é um meio lindo que Deus nos deixou para se achegar a nós, de nos ajudar a reconhecer que é o Único Senhor de nossas vidas, nos ajudar a rezar, nos alegrar, nos tocar, nos animar e tantas outras coisas boas…
Na liturgia eucarística podemos vivenciar as músicas nos ajudando a viver o Sacrifico de Jesus e nossa missão de continuar a evangelização do Reino de Deus.
No tempo quaresmal, a música na liturgia eucarística nos leva a refletir um tempo de recolhimento, de deserto, de prova (Mt 4,1-11). Somos os seguidores do Cristo e como Ele esse tempo nos é necessário. Como a palavra nos exorta que existe um tempo para cada coisa (Eclo 3) e, hoje, vivemos em meio a um ativismo que muito nos dificulta o silêncio, a vida de oração, o recolhimento interior, fora a realidade do secularismo.
A Igreja, sábia e acolhedora como mãe, nos ajuda nas músicas, nas orações eucarísticas, a refletir, a interiorizar sobre Deus, sobre a Trindade, nos ajuda a viver coisas do céu na terra.
O músico nesse tempo é convidado a refletir sua musicalidade e espiritualidade junto aos direcionamentos da Igreja, nas suas leituras, nas suas palavras, no tema da campanha da fraternidade. Servimos a Igreja e não podemos jamais esquecer disso. Se ministrarmos em um grupo de oração, ou em evangelizações diversas, tudo isso é graças a existência da Igreja. Um movimento, um apostolado, pode morrer, mas nossa Igreja jamais…
Somos chamados a ser reparação, diante a tanto despreparo, distração, vaidades, falta de oração de muitos músicos que não conseguem viver esse tempo que tanto exige de nós, que seguimos Jesus. Tempo de olharmos para nosso jeito de servir, rever nosso jeito de lutar contra o pecado, e, se estamos realmente lutando contra ele. Tempo de oração, de busca de Deus, de intimidade, de ser moldado por Deus, de ser cuidado por Deus, assim como nosso Mestre Jesus buscou viver nesse tempo (Mt 4,1-11).
É necessário para nós o recolhimento.
Celebrar as vitórias é graça de Deus, mas é necessário celebrar a luta na Cruz, luta contra o pecado, de ter um coração mais unido ao de Deus, de busca de conversão… E tudo isso é para os que realmente querem não só cantar, mas viver o que cantam.
Que nessa quaresma possamos como ministros de música, ministrar um tempo novo de muita reparação ao Coração de Jesus como Nossa Senhora!
Deus abençoe!
Danusa da Silva
Fundadora da Comunidade Mariana Resgate.

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *