Ajudas da Caritas e da Conferência Episcopal do Congo aos expulsos de Brazzaville

0 64

Ajudas da Caritas Congo e da Conferência Episcopal Nacional do Congo (CENCO) para os expulsos de Brazzaville. 
No último sábado, uma delegação de cinco bispos visitou o local de Maluku, na República Democrática do Congo, e levou ajudas alimentares a mais de 3000 pessoas. Muitos outros Países se mobilizaram para enviar ajudas humanitárias e oferecer o seu apoio às respectivas Caritas nacionais. 
Através da Caritas de Kinshasa, contribuíram os Estados Unidos, a Bélgica, a França, a Alemanha e a Holanda. São mais de 130 mil os cidadãos da República do Congo que, na sequência da operação “Mbata ya Bakolo”, tiveram que deixar a capital por ordem das autoridades. As expulsões teriam sido dispostas para enfrentar o crime da rua, mas criaram um grave problema humanitário e de ordem pública, no lado do rio Congo que separa Kinshasa de Brazzaville. O Bispo de Bukavu D. François Maroy, o de Kikwit D. Edouard Mununu, o de Wamba D. Janvier Kikata, o de Kindu D. Willy Ngumbi e o Bispo de Budjala D. Plilibert Tembo, levaram também uma mensagem de solidariedade por parte da Igreja Católica e encorajaram os deslocados a enfrentar este momento difícil. 

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *