Sem título-1

Biblioteca Apostólica Vaticana colocará 82 mil manuscritos à disposição na internet para pesquisadores de todo o mundo.

0 30

Através de um acordo em NTT Data e a Biblioteca Apostólica Vaticana, se disponibilizará para os internautas por volta de 82 mil manuscritos da Biblioteca escritos entre o II e o XX de nossa era.

“Todos os manuscritos digitalizados graças a este projeto estarão disponíveis no site da Biblioteca Apostólica Vaticana em forma de imagens de alta definição. Dessa forma numerosos pesquisadores do âmbito acadêmico e estudiosos de diversas áreas do conhecimento terão a possibilidade de compreender e interpretar estes documentos de valor incalculável -cujo acesso até agora era limitado- em sua versão original”, declarou o Presidente da NTT Data Corporation, Toshio Iwamoto.

“Com esse projeto -explicou por sua vez Dom Jean Louis Bruguès, Bibliotecário da Santa Igreja Romana- a Biblioteca volta a relacionar-se com as instituições de diferentes regiões do mundo, seguindo sua política geral, seus objetivos e perspectivas e o faz graças aos manuscritos que são um sinal da universalidade da cultura: os manuscritos que serão digitalizados vão da América pré-colombiana ao Extremo Oriente chinês e japonês, passando por todas as culturas e línguas que têm incentivado a cultura da Europa. A missão que caracteriza a Biblioteca abre a tudo o que é humano, até as mais variadas ‘periferias culturais’ do ser humano; e esse espírito humanista quer preservar e disponibilizar o imenso tesouro da humanidade que lhe foi confiado. Por isso o digitaliza e o oferece à consulta livre na web”.

A primeira fase do projeto levará quatro anos, durante os quais se digitalizarão 3 mil manuscritos.

NTT Data é uma sociedade de serviços tecnológicos conhecida mundialmente por sua competência no âmbito das estruturas informáticas e de comunicação. (GPE/EPC)

Fonte: Gaudiumpress

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *