Bono: “o Papa é um homem extraordinário para estes tempos extraordinários”

0 10

Vocalista da banda U2 foi recebido pelo Papa Francisco e manifestou apoio a projeto educacional mantido pela Santa Sé

O Papa Francisco recebeu, na tarde desta quarta-feira (19/09/18), na Casa Santa Marta, o vocalista da banda irlandesa de rock U2, Bono.

O cantor visitou o Vaticano para manifestar seu apoio à missão educacional da Fundação Pontifícia Scholas Occurrentes, que  utiliza a educação para promover mudanças sociais, formação e desenvolvimento das crianças e jovens em todo o mundo. A instituição foi fundada em Buenos Aires pelo então arcebispo Jorge Mario Bergoglio.

No final do encontro com o Santo Padre, o vocalista participou de uma coletiva com os jornalistas na Sala de Imprensa da Santa Sé.

Revolução educacional

O cantor assegurou seu apoio a Schoolas e a  “projetos inovadores”, na grande missão de gerar uma “revolução educacional”, que ajude os jovens a descobrir que a vida tem sentido. Algo para o qual trabalha também a sua própria fundação.

Também durante o encontro com Francisco houve espaço para falar sobre o Cuidado da Casa Comum discutido na Encíclica papal ‘Laudato Si’.

Dor do Papa pelos abusos

“Eu vi a dor em seu rosto”, disse Bono aos jornalistas, referindo-se à questão de abusos sexuais cometidos por membros da Igreja na Irlanda.

“O Papa é um homem extraordinário para estes tempos extraordinários”, disse Bono antes de sair da sala.

Fonte: Aleteia

Tagged with: , ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *