Corpus Christi

0 42

 “Corpus Christi” significa Corpo de Cristo. É uma festa que celebra a presença real de Cristo na Eucaristia. É realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade que, por sua vez, acontece no domingo seguinte de Pentecostes.

A origem da solenidade de Corpus Christi está no século XIII, após o milagre de Bolsena. Um sacerdote chamado Pedro de Praga carregava em seu coração dúvidas sobre a presença real de Cristo na hóstia consagrada. Ao passar por Bolsena (Itália), na hora da consagração, veio-lhe a resposta em forma de milagre: A sagrada hóstia branca transformou-se em carne viva, respingando sangue, manchando o corporal (pano branco no qual é colocado as sagradas espécies consagradas), o sanguíneo (pano de limpar o cálice) e a toalha do altar. Por solicitação do Papa Urbano IV, os objetos milagrosos foram para Orvieto em solene procissão. Em 11 de Agosto de 1264, o Papa lançou para o mundo Católico uma festa solene em honra do corpo e sangue do Senhor.

A solenidade é um convite para ressaltar o valor e a importância da Eucaristia em nossas vidas. É um dos sete Sacramentos e foi instituída na Última Ceia, quando Jesus disse: “Este é o meu Corpo… Este é o cálice do meu Sangue… fazei isto em memória de mim” (Mt 26,26). Foi Cristo quem pediu que nós celebrássemos ao longo dos tempos a Eucaristia. Ela é a realização da promessa de Jesus que disse: “Eis que estarei convosco até a consumação dos séculos” (Mt 28).

A celebração de Corpus Christi consta de uma Missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. O destaque maior é a procissão com o Santíssimo, que recorda a caminhada do povo de Deus, como um povo peregrino neste mundo. No antigo testamento o povo foi alimentado pelo Maná, no deserto. Hoje, o povo é alimentado com o próprio Corpo e Sangue de Cristo.

Só Jesus é capaz de nos alimentar verdadeiramente e preencher o que está vazio. Ele é o pão da vida que desceu do céu. Viver Nele, por Ele e para Ele é o que nos pede a vida Cristã. Celebremos juntos a solenidade do Corpo de Cristo.

“O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente” (Jo 6, 55 – 59).

Fonte: CNBB

 Fernanda Moura

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *