Decidimos pelo método do AMOR

0 42

Dia 22 de agosto de 2015, Solenidade de Nossa Senhora Rainha, oficializamos e celebramos diante de Deus, da Igreja, dos nossos pais, da Comunidade Mariana Resgate e de todos os presentes na Igreja Nossa Senhora Aparecida que, eu, Luciene serei para sempre a esposa do Deiverson e que o Deiverson será para sempre o meu esposo.

Deus nos uniu, e somos uma só carne. Somos chamados a viver esse AMOR total, fiel, incondicional e fecundo como São João Paulo II tão bem resumiu o AMOR humano em suas catequeses conhecidas como Teologia do Corpo.

E como parte das promessas que fizemos no altar estava a seguinte: Estão dispostos a receber com AMOR os filhos que Deus lhes confiar, educando-os na lei de Cristo e da Igreja? E com muita alegria e certeza em nosso coração, respondemos: SIM!

Diante dessa promessa, da oportunidade que tivemos de aprofundar nos ensinamentos e doutrina da Santa Igreja Católica, e após ouvir inúmeros testemunhos de outros casais é que optamos, decididamente, pelo método de planejamento natural da família, o Método de Ovulação Billings (MOB), o método do AMOR.

O MOB é um método natural, cientificamente eficaz, aberto à vida que permite ao casal a vivência da paternidade responsável, conforme nos orienta o Catecismo da Igreja Católica (CIC) no parágrafo 2368.

Esse método, baseado na observação diária das características da fertilidade e infertilidade da mulher, permite ao casal espaçar uma gravidez quando há motivos sérios para isso (conforme Humanae Vitae, Papa Paulo VI), conseguir uma gravidez, além de proporcionar o monitoramento da saúde reprodutiva da mulher. O MOB foi estudado pelo casal australiano Dr. John e Evellyn Billings na década de 50 e a cada dia tem crescido sua procura pelos casais.

Eu e Deiverson, temos pouco mais de 3 anos de casados e estamos muito, muito, muito felizes pela vivência do MOB. Temos certeza que foi uma decisão acertada que traz muitos benefícios ao nosso casamento.

.

.

Luciene Trindade

Consagrada da Comunidade Mariana Resgate

Tagged with: , , ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *