Deus quer curar suas feridas

Deus quer curar suas feridas

0 313

Nossa alma é marcada desde o momento em que Deus decide por nossa vida. Desde nossa concepção nossa alma já experimenta a vida e é sensível ao ambiente e fatos que a cercam, mesmo em vida intrauterina somos sensíveis a relação de nossos pais, pessoas próximas e após o nascimento até a idade a adulta somos marcados. Somos sensíveis a tudo que nos cerca, desde a relação das pessoas a nossa volta, pessoas que amamos, até quem não conhecemos, ou que não temos afinidades. A relação com os outros, relação comigo mesmo e minha relação com Deus, os acontecimentos, seja morte, saída de um emprego, casamento, criação dos filhos, pode nos fazer sentirmos rejeitados, injustiçados, sozinhos, inferiores, enfim, o nosso coração pode ser ferido de alguma forma.

E muitas das vezes nossas atitudes decorrem daquilo que experimentamos um dia, não sendo nem tanto as que desejaríamos ter ou que planejamos ter, mas não conseguimos ter um controle. São por vezes consequências daquilo que vivemos um dia, na maioria das vezes temos atitudes semelhantes àquela que nos feriu. Há certas feridas que trazemos em nós que nos deixam “paralisados”, não conseguimos ir em frente, dar um passo diferente, algo nos impede de seguirmos a caminhada e não vamos em frente enquanto não somos curados, libertados daquilo que nos aprisiona.

Um dos perigos de se ter um coração ferido é que a consequência direta ou indiretamente é o pecado, e por conta disso corremos o risco de nos ferirmos mais, ferirmos a Deus e ao outro.

A maior ferida que há em nós é não nos sentirmos amados, e o inimigo tenta nos convencer de que essa é uma verdade, mas não é. O Senhor nos ama, e deseja nos curar, o amor Dele é maior que todas as coisas que possamos ter vivido, o único amor que pode preencher o vazio do nosso coração, preencher o amor que podemos não ter recebido de nossos pais, amigos, parentes, enfim, por mais traumático que tenha sido o passado, Deus é Aquele que pode promover uma reconciliação entre nós e Ele. Foi sob um madeiro e em suas dores que Ele nos trouxe a cura, em sua Paixão somos curados, e esse sacrifício de amor é renovado, repetido a cada missa, a cada vez que nos colocamos diante do Senhor e pedimos a cura, a cada vez que abrimos nosso coração a Ele.

 “Certamente Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças”. (Isaías 53, 4)

É desejo Dele termos um coração curado, um coração liberto, capaz de amar e viver Sua vontade. Como um remédio cura as feridas do corpo, o único remédio para as feridas de nossa alma é Deus; só Ele tem o bálsamo, o alívio, a cura. Nós não podemos voltar ao passado e fazer com que as situações aconteçam de forma diferente, ou fazer com que as pessoas tenham atitudes que gostaríamos que tivessem, mas o Senhor é Aquele que pode voltar conosco e com seu amor nos curar, independente daquilo que vivemos. Ele é o dono da nossa história e se dermos acesso a Ele para que venha agir em nós, em nosso interior, experimentaremos a cura, a reconciliação com o passado, a aceitação dos fatos e um impulso necessário para continuarmos seguindo firmes.

Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. (Gálatas 5, 1)

Flaviane Ribeiro

Comunidade Mariana Resgate

Tagged with: , , ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *