confiar

É feliz quem a Deus se confia

0 87

O Salmo da celebração de hoje nos traz uma regra de vida muito bonita:

“É feliz quem a Deus se confia” (Sl 1). Isso nos prova que não pode experimentar a verdadeira alegria quem se afasta do coração de Deus.

O Senhor não nos enviou à Terra para sermos tristes. Ele nos dá a oportunidade de sermos santos diante das dificuldades. Se não temos a força de Deus em nós, não conseguimos nos lançar contra o veneno da antiga serpente. Só se pode destruir o mal quem tem a alegria em seu coração. Os nossos santos sempre tinham um senso de humor. É pela alegria que destruímos a morte. É preciso que o nosso coração busque mais a Deus. 

Precisamos nos decidir por Jesus, viver as coisas do Senhor. Muitos cristãos estão sempre cansados para ir à Missa, para rezar o terço… E deixam sempre as coisas de Deus para Deus. Mas é colocando as coisas do Senhor em primeiro lugar que vamos aprendendo as normas que Ele nos dá para que caminhemos na santidade. 
A Palavra do Senhor nos coloca no caminho da santidade; não há outra via. Quem se decide por Deus não encontra outro caminho senão o da santidade. Muitas pessoas podem nos julgar como beatos, mas sabemos que quanto mais próximos de Cristo, mais próximos da santidade estamos.
Quem não se coloca a serviço de Deus não consegue chegar ao coração d’Ele
Não temos de ser santos para que os irmãos venham nos pedir mais oração ou para sermos os “melhores”, mas porque Deus merece a nossa santidade. Queira ser uma notícia alegre para o coração do Senhor! 

 

Seja diferente!
Para sermos instrumentos do amor de Deus, precisamos trazer em nós o desprendimento.
Por que vivemos a angústia, a tristeza?

 

Porque somos desobedientes. 

 

Quem se esforça para viver a justiça e o amor, não tem porque ser infeliz. Feliz quem não ouve os malvados, quem não se deixar comprar pelas ideias do mundo! Confie no Senhor, entregue-se a Ele de verdade, desprenda-se daquilo que passa e agarre-se àquilo que não passa.
Quem não se coloca a serviço de Deus não consegue chegar ao coração d’Ele. A nossa simplicidade faz nosso coração chegar ao céu. 
Temos de diminuir para que o Cristo apareça em nós. Que bom poder ouvir: “Eu vejo Jesus no seu jeito de falar, de vestir, de tratar as pessoas”! Precisamos mostrar, com a nossa vida, esse Jesus que está em nós.
Para sermos alegres precisamos ser desprendidos, porque se nos prendermos às coisas e às pessoas, os nossos sentimentos mudarão. Precisamos ser de Deus agora, precisamos frequentar o coração d’Ele. Jesus quer frequência no seu coração. Como cristãos precisamos viver o que a Igreja nos pede, mas como amor, com seriedade, para que o Cristo se sinta bem conosco. 
Padre Álvaro Mantovani

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *