Entrevista Camila Martins – Especial Vocações

0 231

1) Pra você, o que significa ser um vocacionado a uma comunidade?

Ser vocacionado faz parte da essência do ser humano. Para mim, significa tempo de descobertas e de primavera. Descobertas de si próprio, porque esse é um tempo em que você se autoconhece e descobre o carisma em você. Primavera, pois é o momento que o carisma vem florir em seu interior. É um tempo certo de você se encontrar, tempo de graça.

2) Você imaginava que Deus um dia te chamaria a caminhar com Ele mais de perto? Conte um pouco da sua caminhada com cristão católico.

Quando comecei a caminhar tinha 11 anos. Comecei em um grupo de jovens da PJ e com o tempo fui me perdendo nas coisas do mundo. Sai por um tempo e voltei a participar quando tinha 15 anos, mas tinha um pé no mundo e outro na igreja. Comecei a servir em um grupo de oração da RCC e logo conheci a Comunidade Mariana Resgate, no ano de 2011, mas no começo não era revelado que era uma comunidade – na época era só o Grupo de Oração Missão Resgate. Com a comunidade fiz o retiro Espiritualidade e Vida Mística, que foi onde tive a minha primeira experiência com Deus. Daí escolhi estar com os meus dois pés na igreja, mas não passava em minha cabeça que Deus me queria mais perto.

Nisso, bem mais pra frente em 2013, comecei meu caminho vocacional com a comunidade, mas não tinha ideia o que era comunidade. Dentro de mim tinha certo que onde eu estava era o meu lugar, porque o modo de rezar, de falar, a mesma meta, o jeito de evangelizar, a sede de anunciar o amor de Deus e até mesmo a passagem bíblica que rege a comunidade era a passagem que eu rezava… que me ajudava nos tempos mais difícil (que é Isaías 43). Tudo se encaixava… foi onde senti o chamado a ser Comunidade Mariana Resgate. Desde quando dei o meu “sim” as promessas de Deus só cresceram em minha vida e hoje estou aqui perseverando no meu chamado, na minha vocação, sendo postulante da Comunidade Marina Resgate. Por isso falo que o vocacional é um tempo de descobertas e de primavera, pois é nesse tempo que o carisma vem florir em nós. Pois é nesse momento que você tem o contato com o solo santo, o solo que Deus reservou para você dar frutos com o carisma.

3) Por que Maria é um modelo a ser seguido na sua vocação?

Porque ela soube agradar o coração de Deus, foi fiel à vontade Dele. Ela renunciou sua própria vida, suas vontades próprias, para viver a vontade de Deus. Ela foi a primeira a seguir os passos de Jesus. Sendo assim, Maria é o nosso caminho. Com ela achamos todas as formas de oração! Com ela não tem erro, pois ela vem nos conduzir ao lugar certo.

4) Que recado você deixa para seus irmãos vocacionados nesse mês de Agosto, mês dedicado às vocações.

“Nenhuma vocação nasce por si, nem vive para si. A vocação brota do coração de Deus e germina na terra boa do povo fiel, na experiência do amor fraterno” (Papa Francisco)

Irmãos, mesmo em meio a tantos combates interiores e exteriores que vivemos nesses tempos, não se desanime! Lute para sempre fazer a vontade de Deus. Como diz nosso Papa Francisco “a vocação brota do coração de Deus e germina na terra boa do povo fiel”. Seja fiel até o fim, pois só assim você será realmente feliz. Fé e Coragem!

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *