Entrevista: Vocação ao matrimônio

0 91

Confira a entrevista que realizamos com o casal Camila e Rafael da Comunidade Mariana Resgate:

1) Camila e Rafael, conte para nós há quanto tempo estão casados e como iniciou a história de vocês.

Estamos casados há 1 ano e 8 meses. Nossa história começou em dentro da Igreja, nas organizações de encontros, participando dos grupos de oração. Em 2009, nós fomos nos aproximando, aos poucos criando uma amizade até que surgiu um sentimento de ambas as partes e passamos a rezar semanalmente para colher de Deus a vontade Dele para nós. Neste período houveram várias partilhas e confirmações, até que no dia 12/06/11 começamos a namorar.

2) Como a pessoa sabe que possui a vocação ao matrimônio?

Como todo discernimento de vocação, é necessário muita oração e escuta, observando também sua história de vida. Uma pessoa verdadeiramente vocacionada ao matrimônio precisa ter no seu coração o desejo de ofertar a sua vida a Deus ao lado de outra pessoa, de formar uma família, estando aberta para acolher a vontade de Deus e os filhos que Ele lhes conceder.
Algumas pessoas já conseguem discernir este chamado com facilidade, porém, outras podem precisar de um pouco mais de tempo para se conhecerem e discernir o chamado que Deus faz a elas. No discernimento da vocação, também é muito importante conhecer as outras, como celibato, sacerdócio/vida religiosa, assim podemos enxergar melhor qual caminho Deus quer para nós.

3) A Sagrada Família tem sido um modelo para vocês?

Sempre! Jesus, Maria e José são os maiores exemplos e modelo de família. José, na sua doação e entrega na missão que Deus lhe deu: protegendo, cuidando, sendo suporte, homem de fé, temente e obediente a Deus, sensível às coisas do alto. Maria com sua pureza, docilidade, fidelidade, sabedoria. Sempre ensinando a não olhar as dificuldades, mas confiando naquilo que o Senhor lhe colocava. Jesus que, mesmo sendo Deus, veio no seio de uma família e nos mostrou que é nela que tudo começa e por ela que nascem as vocações. Família é o lugar onde o amor a Deus e ao outro sempre prevalecem e aprendemos isso com a Sagrada Família.

4) Quais as lutas que um casal enfrenta em nossa sociedade hoje para construir uma família de acordo com a vontade de Deus?

Todas possíveis. Vivemos uma realidade em que a família tem perdido o seu valor e, pior, muitas vezes tem se tentado distorcer o próprio conceito do que, de fato, é uma família. Deus não nos pede muito, mas o pouco que Ele nos pede, tem se tornado “demais” nos dias de hoje. Enfrenta-se a luta em relação ao número de filhos (quanto menos, melhor) e educação deles; em relação ao consumismo (ninguém quer viver na simplicidade); ideias e projetos de vida diferentes dos cônjuges (não se sonha mais junto, planos de vida muito individualizados); em relação à falta de diálogo; ao divórcio. São várias lutas, mas em tudo Deus nos dá a graça de viver, crescer e aprender, enxergando sempre que Cristo habita no esposo ou na esposa. Juntos a união e o amor dos dois se frutifica.

5) Deixe uma mensagem para as pessoas que hoje vivem essa vocação linda do matrimônio.
É uma alegria saber que há mais pessoas que buscam responder a esse chamado com sinceridade de coração e muita disposição para vencer tantos desafios. Rogamos a Deus que nunca falte o diálogo, o perdão, a cumplicidade e a escuta de Deus no matrimônio de vocês. Que a Virgem Maria esteja presente neste sacramento tão abençoado, apresentando sempre a família de cada um a Deus. Pedimos também que do sacramento do matrimônio de vocês venham muitos frutos (filhos e também frutos espirituais), pois da vocação do matrimônio surge a família, início de tudo. Que assim sua família possa ajudar a construir o reino de Deus.

 

Abraços fraternos Camila e Rafael,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *