encontro mundial das familias

Famílias do mundo rumo a Filadélfia 2015

0 34

Cidade do Vaticano (RV) – Foi apresentado à imprensa nesta terça-feira, 25, o VIII Encontro Mundial das Famílias, marcado para 22 a 27 de setembro de 2015, na cidade estadunidense de Filadélfia. Na Sala de Imprensa da Santa Sé, o Arcebispo Charles Chaput, e o Presidente do Pontifício Conselho para a Família, Arcebispo Vincenzo Paglia, ilustraram aos jornalistas os temas e objetivos principais do evento.
Aguardando a confirmação da presença do Papa Francisco, Dom Chaput adiantou que a cidade estará pronta para receber famílias de toda a América, do Alasca à Terra do Fogo, e de outros continentes e culturas: “O EMF em Filadélfia quer ser um dom para todas as pessoas de boa vontade; quem quer que tenha um coração generoso será bem-vindo”. O arcebispo abriu o convite às famílias de outras confissões cristãs e também de outras religiões, e a este propósito, anunciou que a catequese preparatória será elaborada levando em conta esta participação.
O anfitrião do Encontro citou dois grandes santos nativos de sua arquidiocese: Katharine Drexel, religiosa que dedicou a vida aos afro-americanos e índios da América do Norte, e o Bispo John Newmann, que criando escolas paroquiais, ajudou as famílias de imigrantes pobres a educarem seus filhos.
“A Igreja de Filadélfia – admitiu – precisa de uma grande renovação para superar a crise dos abusos sexuais ocorridos na última década, e neste sentido, tem o dever de ajudar as vítimas e suas famílias a recuperarem sua fé com alegria e convicção, além de proteger as crianças e os jovens nos anos futuros”, reiterou.
O representante do Vaticano, Dom Vicenzo Paglia, falou da necessidade de inteligência ao interpretar a família de hoje: “É preciso coragem para enfrentar seus problemas e amor para tentar resolvê-los, tendo sempre presente o Evangelho da família e da vida”.
O arcebispo defendeu uma teologia da família que toque especificamente questões da espiritualidade e da santidade conjugal; eclesiologia e pastoral da família; família e relação com a cultura contemporânea; família e migrações; família e ecumenismo, pobreza, deficiências e Criação.
O evento de Filadélfia acontecerá num momento “particularmente importante para a vida da Igreja”, completou Dom Paglia. “O Papa coloca a Família no centro da atenção de toda a Igreja”, apontou, citando o Consistório de fevereiro, o Sínodo programado para outubro sobre “Os desafios pastorais sobre a família no contexto da evangelização”. Em outubro de 2015, enfim, haverá a Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos, também sobre a família.
A coletiva teve a presença do Prefeito de Filadélfia, Michael Nutter, e do Governador do Estado da Pensilvânia, Tom Corbett.

Tagged with:

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *