halelluya

Festival Halleluya em Fortaleza supera 1 milhão de participantes.

0 93

Em cinco noites, mais de 1 milhão de pessoas passaram por todos os espaços do Festival Halleluya. Na noite de sábado, o público foi recorde em todas as 17 edições com 300 mil participantes no total. Na quarta-feira, foram 180 mil, quinta, 230 mil, sexta, 150 mil e domingo, 200 mil. O Festival aconteceu de 23 a 27 de julho, em uma estrutura montada em 81m² no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU). As informações são da organização do evento.

De acordo com Tobias Cortez, da equipe de organização do evento, a maior parte do público do Halleluya é composta por jovens. Entre 70% e 80% dos participantes são desta faixa etária. No entanto, há espaço para o público de várias idades. “O Halleluya alcança uma variedade de públicos. É um evento para o jovem, mas não exclui ninguém. Famílias, idosos, crianças, deficientes; pessoas de todas as idades e classes sociais podem participar”.

Para a cofundadora da Comunidade Shalom, Emmir Nogueira, o número de 300 mil pessoas em uma noite ainda é pequeno. “Isso é muito pouco. Precisamos evangelizar mais. Temos quase 3 milhões de habitantes. Até agora foram 10%. Deus quer muito mais”. Com 70% de jovens, o evento está cumprindo seu objetivo de evangelizar em especial a juventude, segundo ela.

Uma das novidades foi a arena cultural, uma estrutura com cinco espaços temáticos: Construtores da Sociedade, Halleluya Adventure, Festival de Artes, Fazendo Barulho e Cine Halleluya.

O espaço da misericórdia é direcionado para aconselhamento, oração, formação e adoração. São quatro grandes ambientes que estão disponíveis para todos os públicos. O espaço Halleluya Kids recebeu cerca de 1500  crianças nos dias do Festival.

Solidariedade

O Festival é o evento mais solidário do estado. Há doze anos, existe uma parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará – Hemoce. Nesta edição, foram coletadas  619  bolsas de sangue. Ao todo foram 1.146 doadores, sendo que 409 estavam inaptos para a doação e 118 desistiram durante o processo de triagem. Esta é a maior coleta do Hemoce, em evento, durante o ano. Foram efetivados 318 cadastros para a doação de Medula Óssea.

Foram recolhidas ainda 2,4 toneladas de alimentos não perecíveis. Metade desses alimentos será distribuída para cidades que sofrem com a seca e com os projetos de Promoção Humana da Comunidade Católica Shalom, como a Casa São Francisco, albergue para moradores de rua localizado no centro de Fortaleza. A iniciativa é realizada em parceria com a Defesa Civil.

Além disso, mais de seis mil voluntários se revezaram para servir em vários espaços do Festival.

Arena Cultural

Novidade no Festival Halleluya, a arena cultural promoveu uma maior integração entre os diversos espaços voltados para a juventude. “Todos os momentos foram lotados. Essa junção promoveu a cultura do encontro”, destacou a coordenadora da arena cultural, a missionária da Comunidade de Vida Shalom, Luciane Facundes.

O cine Halleluya contou com 17 sessões de filmes e 1.361 espectadores durante os cinco dias de realização. Na quarta, foram duas sessões e 144 participantes. Na quinta, três exibições e 194 pessoas. Na sexta, 342 pessoas assistiram a quatro sessões. No sábado, foram cinco exibições e 435 participantes. No último dia, 3 sessões alcançaram 246 pessoas. Era a capacidade máxima do espaço. Os filmes com temáticas variadas foram “um novo muito grande”, de acordo com o coordenador do espaço, William Rodrigues, missionário da Comunidade de Vida Shalom.

O Festival das Artes reuniu um público de 10.600 pessoas para assistir às eliminatórias de teatro, dança e música. Foram 1500 espectadores na quarta, 2 mil na quinta, 2400 na sexta, 3500 no sábado e 1200 no último dia. Neste ano, foram treze grupos nas eliminatórias de teatro e dança, das quais quatro se classificaram para as finais. Na música, foram 15 na eliminatória. O Festival das Artes acontece há quatro anos no Halleluya e é “aberto para fomentar a cultura e lançar novos talentos”, de acordo com o coordenador do Festival Allan Patrick, missionário da Comunidade de Vida Shalom

Adaptado do programa de TV da Comunidade Shalom na Rede Vida, o espaço Fazendo Barulho recebeu um total de 2.550 pessoas. Foram 200 participantes no primeiro dia; 350 no segundo; 500 na sexta-feira; 1 mil no sábado e 500 no domingo. Foram debatidos temas como a felicidade, o sentido da existência, a santidade, o amor e um ao de JMJ Rio2013.

O espaço Adventure recebeu cerca de 20 mil jovens por noite. Foram ainda 40 competidores na modalidade de BMX (bicicleta) e 30 no skate. A arena cultural trouxe uma integração do adventure com outros espaços. “A vantagem é que os fez participar do Halleluya, estarem integrados”, destacou o coordenador do espaço, o missionário da Comunidade de Vida Shalom Rafael Moreira. O ônibus estilo Walking Party atraiu 886 jovens para o Seminário de Vida no Espírito Santo. Foram 342 participantes na sexta e 544 pessoas no sábado.

O “Construtores da Sociedade” contou com 33 estandes institucionais e vocacionais. De acordo com a coordenadora do espaço, Jane Rebouças, foi uma oportunidade de gerar receita para os expositores.

Halleluya Quero Mais

Haverá neste final de semana o Halleluya Quero Mais nos 26 Centros de Evangelização da Comunidade Shalom espalhados em Fortaleza e Região. A programação começa no sábado, dia 2, a partir das 14h e prossegue no domingo das 8h às 17h.

Endereços constam no site www.festivalhalleluya.org

Fonte: Carmadélio

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *