Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim

0 333

“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim” (Gálatas 2, 20).

 

Sempre que paro nesse trecho escrito por São Paulo, eu fico refletindo a profundidade que é deixar Cristo viver em mim. Não apenas em palavras, mas em meu interior e pensamentos. Sou tão cheia de coisas, e minha cabeça de mulher não para…

Como Cristo viver em mim? Tão falante, tão pecadora, tão imatura às vezes, tão medrosa, tão insegura… deixa eu parar por aqui… são tantos ‘tãos’, será que caberia Cristo aqui?

“…Vivo-a pela fé no Filho de Deus”… A fé nos faz avançar e tirar os olhos de nós e ver que pela graça somos capazes. Capazes de deixar Cristo viver em nós.

Não somos super-heróis, somos gente, que luta, que batalha, que erra e busca aprender, que tem suas histórias marcadas, e precisamos entender que sem a força de Cristo não damos conta mesmo. Ainda mais com o mundo tentando nos engolir!

O fato de buscarmos a Cristo não é suficiente; é importante, mas não é suficiente. Preciso pelo menos esforçar-me para ter Seus pensamentos nos meus pensamentos, Suas atitudes nas minhas atitudes, Seu testemunho no meu testemunho, e as vezes isso é uma violência interior e exterior. Não é fácil mesmo e Ele nunca disse que seria fácil (Quem quer me seguir tome SUA cruz e siga-Me – Lucas 9, 23).

Mas irmãos e irmãs, ao ler esse trecho da Carta aos Gálatas me vem a esperança e a fé de que é possível; e se é possível, eu vou buscar essa vida em Cristo. Quero também ressaltar aqui que só entende essa vida quem a Cristo conseguiu encontrar.

Os tempos de hoje tentam de todos os lados nos engolir com individualismo, ativismo e o consumismo, tantos ‘ismo’ que querem assumir o lugar de Deus em nós. Mas como livre escolha e busca, a vida em Cristo é minha liberdade, é minha força, é minha certeza.

Chegar nesse nível do apóstolo Paulo é exigido tempo de luta, caminhada, mas a recompensa é eterna. Não é durante apenas uma noite de eventos, nem durante uma homenagem ou em uma placa, a recompensa é eterna ao lado de Deus, e isso não tem nem o que falar.

Queremos o céu, mas não queremos buscar esse céu aqui com nossa vida. Cristo nos deu a salvação e eu preciso valer tudo que foi dado a mim na Cruz.

Que nossa vida seja em Cristo, que Cristo seja em nós a esperança. Ele vivendo em nós somos vencedores, somos livres. Tenhamos essa linda escolha e busca.

Deus abençoe poderosamente a cada um.

.

Danusa da Silva

Fundadora da Comunidade Mariana Resgate

 

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *