bodas de caná

Maria, nossa intercessora

0 1540

Maria sempre viveu em perfeita união com Deus, desde cedo ela freqüentava assiduamente as sinagogas, buscando estar na presença Daquele que tudo pode e tudo faz, desenvolvendo assim uma grande intimidade com o Pai.
E esta intimidade adquirida por Maria fez com que ela conquistasse a chave do coração de Deus, se tornando mais terno o nosso acesso ao Pai pelas mãos dela. Maria nunca deixa de interceder por nós, mesmo quando muitos de nós nos esquecemos dela, ela continua a interceder, porque toda mãe quer o melhor para os seus filhos. E foi o próprio Jesus que nos deu sua mãe como cuidadora nossa aos pés de Sua cruz dizendo: “Mulher eis ai o teu filho!” “Filho eis ai tua mãe!” (Jo 19,26-27). Apartir deste momento ela nos acolheu também como filhos amados e passou a interceder diariamente por nós. João o evangelista nos apresenta a face de Maria como intercessora, relatando o primeiro milagre de Jesus em Caná. (Jo 2, 1-11). O evangelista conta que Jesus foi a uma festa de casamento, juntamente com sua mãe e seus discípulos. Vindo a faltar vinho, Maria mostra sua face de mãe que se preocupa com a festa dos noivos. E movida por seu espírito intercessor, pede a Jesus que encontre uma solução.E Jesus disse: “Mulher, que nos importa a mim e a ti isso? Ainda não chegou a minha hora.” Mas Nossa Senhora tinha certezade que sua a intercessão encontraria a resposta e diz aos criados: “Fazei tudo o que Ele vos disser.” E assim a face de Mestra de Maria foi revelada, daquela que assume nossas causas em oração.

E Jesus realizou seu primeiro milagre, transformando a água em vinho. Muito mais que um milagre que salvou a festa, este é o sinal de quão grandiosas serão as coisas feitas por Deus a nós pelas mãos da Santíssima Virgem, quando tudo parece sem solução, quando parece que não temos mais forças, ela se une ao coração de Deus e clama por nós.

O impossível referido a nós pode sim acontecer por mediação dela, sabemos que ela por si só não faz o milagre acontecer, mas em seu santo ventre habitou Aquele que realiza as maravilhas. Daí podemos perceber a grande sintonia entre o Criador e Maria, pois Ele confiou a ela dentre todas as mulheres do mundo para ser a mãe do Salvador e em seu ventre habitou a promessa do Pai celestial para nós. Maria nos conhece bem, assim como nossas mães nos conhecem, e Ela é intima de Deus, ela não só está próxima a Ele no céu, mas muito mais que isso, ela habita o coração de Deus.

Portanto, ao sabermos quão próxima é Maria de Deus, que nós possamos compartilhar nossas coisas com ela, alegrias, sofrimentos, medos, frustrações para que ela leve tudo até o coração de Deus e interceda sempre a nosso favor.

Abraços fraternos,

Letícia Gabrielle

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *