maria virgem e mae

Maria, Virgem e Mãe

0 57

No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. Entrando, o anjo disse-lhe: “Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.” Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante
saudação.

 
O anjo disse-lhe: “Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.” Maria perguntou ao anjo: “Como se fará isso, pois não conheço homem?”. Respondeu-lhe o anjo: “O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti, será chamado Filho de Deus.”
 
(Lc 1, 26-35)
Nesta passagem bíblica recordamos quando aquela jovem mulher, Maria, em oração, livre em Deus foi escolhida para ser a Mãe de Jesus.
A Bem-Aventurada Virgem Maria era pequena em idade, mas grande em alma e em virtudes. Ela poderia ter negado, questionado, ter tentado fugir da vontade de Deus, todavia, não se exitou.
De tão pura, fez uma única pergunta ao anjo: “Como se fará isso, pois não conheço homem?”. Muitos questionamentos ela poderia ter feito, como: por que eu sou a escolhida?; como vai ser depois?; e José?; e meus pais?…
Sempre prestes a fazer a vontade de Deus, mesmo sendo virgem, mesmo com sua vida, sua família, ela diz Sim a Deus: “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra.” (Lucas 1, 38). A partir daí, não mais só virgem, porém Mãe: Mãe de Jesus.
A virgindade de Maria nos leva a divindade de Deus. Aos olhos do nosso Bom Deus tudo não só é possível, como também é concretizado, mesmo sendo impossível aos olhos humanos.
A vinda de Jesus ao mundo iniciou com um milagre, quando o Espírito Santo desceu sobre Maria. Mais para frente continua com milagre, na Ressurreição. Mas hoje ressaltamos o milagre na concepção… Maria foi aquela mulher fecundada pelo Espírito Santo, por obra e graça Dele. Ele encontrou lugar em Maria para fecundar o Amor de Deus, Jesus, o próprio Deus, em Maria e trazê-Lo ao mundo, para nossa salvação.
Maria, portanto, gerou segundo a natureza humana a pessoa de Jesus, que é a pessoa divina, dessa forma, Maria é Mãe de Deus.
Devemos aceitá-La como virgem e mãe. Não aceitar isso ou negá-La, é negar a própria Mãe de Deus, é ir contra a vontade divina. Foi Deus que a escolheu…
Aceitemos, pois, a Virgem Mãe Maria, Mãe de Jesus e nossa também.
Que Ela sempre proteja cada um de nós em seu manto materno.
Fiquem com Deus,
Camila Csizmar Carvalho
Coordenadora e formadora do
Grupo de Oração Missão Resgate

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *