Meriam está livre: Sudão anula a sentença de morte por apostasia

0 163

“Meriam está livre e está de regresso a casa” – confirmou à BBC um dos advogados de Meriam Yahia Ibrahim, a mulher cristã sudanesa de 27 anos, mãe de dois filhos, um dos quais nasceu na prisão em Cartum, onde estava presa desde o passado mês de Fevereiro. A mulher tinha sido condenada a ser enforcada por apostasia. Nos últimos dias a Comissão Nacional para os Direitos Humanos no Sudão havia falado de “sentença contrária à Constituição que prevê a liberdade de culto”, dando a entender que uma decisão sobre o caso estava iminente. A sentença foi anulada nesta segunda-feira pelo Tribunal de Recurso.
“Estamos muito felizes e agora vamos ter com ela”, acrescentou o advogado. Recorde-se que a mulher estava na prisão em Cartum com Maya, a filha recém- nascida, e seu filho Martin de 20 meses. Para a sua libertação havia sido convocada uma mobilização internacional, com a participação de autoridades civis e religiosas de todo o mundo, para invocar o respeito pela liberdade religiosa e a necessidade de diálogo. A primeira pessoa a dar a notícia da liberação de Meriam, via twitter foi Antonella Napoli, presidente da Associação Italianos para Darfur, que tem acompanhado a história e a mobilização internacional que dela surgiu.

Fonte Rádio Vaticana

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *