mulher de Deus

Mulheres de Deus no mundo de hoje.

0 934

Apresente-se para nós, diga seu nome, há quanto tempo está na Igreja, qual função exerce no grupo de oração, onde trabalha, onde estuda…


confira….
Luciene: Ser uma mulher de Deus é ser aquilo que Deus quer, e não o que o mundo me impõe. É estar no mundo, mas não me deixar levar ao sabor de todas as ‘ondas’, é não ser maria-vai-com-as-outras. Na minha realidade de estudante,
Andrea: Olá… Meu nome é Andrea Esteves, estou na Igreja há mais ou menos sete anos; sou serva do grupo de oração Missão Resgate e exerço o ministério de pregação dentro do grupo. Sou também estudante do curso de química na Universidade Federal de Alfenas.
Camila: Meu nome é Camila Csizmar Carvalho, sou a menininha de Jesus. Desde minha infância caminho na Igreja, mas meu “primeiro amor” com Jesus foi em 2007. Sou de Alfenas, Minas Gerais, serva do grupo de oração Missão Resgate, desde sua fundação. Atualmente faço mestrado em enfermagem na Universidade Federal de Alfenas. Sou também namorada do Rafael, coordenador do grupo de oração.


Danusa: Meu nome é Danusa, estou caminhando na Igreja desde 1995. Hoje exerço a função de ministra de música e de pregação. Atualmente trabalho na Bunge Brasil.

 

 Emanuela: Olá amados, meu nome é Emanuela, sou de família católica e sempre estive engajada nas coisas da nossa amada Igreja, mas comecei a me dedicar mais e a me doar mais em 2008. Faço parte do Grupo de Oração Gerados por Maria; sou cirurgiã dentista e trabalho atualmente no PSF da Vila Formosa – Alfenas.
Luciene: Olá amados(as), eu sou a Luciene, venho de uma família católica e estou na Igreja há um tempinho, mas considero o ano de 2006 como um marco na minha caminhada mais perto de Deus (quando comecei a frequentar o Grupo de Oração Universitário – GOU). Faço parte do Grupo de Oração Missão Resgate desde a fundação, exercendo o Ministério de Intercessão. Sou formada em Biologia e atualmente faço doutorado em Fisiologia Vegetal.

Sílvia: Meu nome é Sílvia Enes, efetivamente na Igreja desde 2008, apesar de sempre ter sido católica. Sou coordenadora do G.O. Gerados por Maria, faço mestrado na Unifal.
Conte para nós como é ser uma mulher de Deus na sua realidade?
Andrea: É lindo e ao mesmo tempo um desafio… Em casa, na faculdade, na Igreja, na fila do banco ou até mesmo em outros lugares busco ser um sinal da presença de Deus e o meu coração é muito feliz por isso. Chega a ser desafiante, pois em alguns momentos não posso agir de acordo com minha vontade, mas sempre de acordo com a vontade de Deus, podendo ser assim uma testemunha Dele na realidade em que vivo.
Camila: É bom demais, não sei se vou conseguir explicar aqui, mas ser uma mulher de Deus na realidade que eu vivo hoje, no grupo de oração, com os irmãos, em casa, na faculdade, no hospital, é uma benção! É perguntar a Deus, a todo momento, o que Ele deseja, o que Ele quer que eu faça e me espelhar na Virgem Maria, o melhor e maior exemplo de mulher.
Danusa: Tem sido uma benção…  Na maioria das vezes podendo testemunhar Jesus que vive dentro de mim. Nem sempre é fácil, mas tenho provado do sustento de Deus em todas as áreas, situações, relacionamentos. Podendo ser auxílio para meus irmãos e irmãs no que hoje Deus me permite viver.
Emanuela: Bom, ser uma mulher de Deus, seja dentro de casa, na rua, no trabalho, no grupo de oração, é ser e buscar ser a mulher que Deus sonhou; é, em todo lugar, levar traços de Maria. Nem sempre tem sido muito fácil, pois ser e buscar ser assim nem sempre é certeza de ser bem aceita.
Luciene: Ser uma mulher de Deus é ser aquilo que Deus quer, e não o que o mundo me impõe. É estar no mundo, mas não me deixar levar ao sabor de todas as ‘ondas’, é não ser maria-vai-com-as-outras. Na minha realidade de estudante, namorada, filha, amiga, serva eu preciso estar constantemente me policiando e assumir minha identidade. Preciso me perguntar: ‘uma mulher de Deus, sonhada por Ele, criada por Ele, com uma alma esposa Dele, faria isso? Falaria isso? Agiria assim? Confesso para vocês que nem sempre é fácil ‘remar contra a maré’; muitos olhares se voltam para mim, e aquilo que de início era taxado como careta e ultrapassado, com a convivência se transforma em motivo de admiração e respeito.
Sílvia: Ser de Deus é algo muito bom. Ser mulher de Deus também, apesar de sermos muito criticadas e julgadas. Hoje buscar viver conforme Deus nos pede exige disciplina e renúncia de muitas coisas que o mundo nos impõe (sexo fácil, sensualidade, exposição do corpo, vaidade excessiva, linguajar chulo….). Mas abandonar tudo isso, apesar das dificuldades, me faz mais feliz. Posso ser livre para ser a criatura que Deus sonhou e isso basta.
Você é feliz por fazer parte do plano de Deus? O que você faz na sua vida espiritual para não fugir deste plano?
Andrea: Sou extremamente feliz por fazer parte do plano de Deus; não há preço que pague esta felicidade, pois sem que eu mereça Ele deseja contar comigo! Busco ter uma vida de intimidade com o Senhor, uma vida de oração para que eu possa ouvir a Sua voz, pois somente escutando aquilo que Ele deseja para mim não fugirei de seus planos e não correrei o risco de seguir outras vozes…
Camila: Sim. Muito, muito, muito feliz! Na minha vida espiritual procuro estar em conversa com Jesus, em tudo que eu faço ou tento fazer. Oro e peço ao Espírito Santo e a Virgem Maria a graça de a cada dia ser mais uma mulher de oração. Procuro fazer uma leitura espiritual, ler um livro de algum santo, ofereço o que faço, meus sofrimentos, faço mortificações. Procuro ler a Palavra de Deus; viver os sacramentos. Coloco meu coração diante de Jesus para que Nele encontre refúgio…
Danusa: Olha… (rsrsrs), eu me policio na minha vida de oração, pois sei que é pela oração que mantenho minha intimidade com Deus. Pela oração eu escuto a Deus, eu falo, Ele se revela a mim, e geralmente me exorta aos Seus sonhos para minha vida… Em muitas das vezes Ele reaviva em minha alma a chama que não pode apagar….
Emanuela: Sou muito feliz por fazer parte e ter consciência de que faço parte do plano de Deus! É vivendo o plano de Deus que encontro a felicidade plena! Para não fugir do plano de Deus, busco a cada dia estreitar os laços de intimidade com Ele e é claro, com Maria, que é para mim o maior modelo de Mulher íntima do Senhor. Essa busca por uma maior intimidade com Deus acontece através de minha oração pessoal, confissão, comunhão, adoração, mortificações, leituras…
Luciene: Eu sou muito feliz por ter assumido o plano de Deus em minha vida. Deus tem um plano de amor para todos nós e, enquanto mulher, Ele tem um plano específico para mim. Todos os dias eu aprendo mais como responder a esse chamado de ser uma mulher de Deus. E para que essa resposta não seja passageira, acredito que é de extrema importância eu me formar com embasamento moral, ético, doutrinário e, principalmente, ter vida de oração para estar atenta à voz de Deus.
Sílvia: Sim, descobrir um amor sem condições e que não exige nada de mim para que ele aconteça é algo maravilhoso. Sou um sonho de Deus; Ele me quis e me desejou para estar no mundo e ser feliz aqui. Busco na vida espiritual, por meio da oração, vivência dos sacramentos, da missa, da espiritualidade um contato maior com o Senhor e com Maria, para que deles eu colha um modo certo para caminhar.
Notamos que hoje nossa sociedade vive cercada por falsos valores.  É possível ser uma mulher moderna, inserida no século XXI e ainda viver de acordo com a vontade de Deus?
Andrea: Claro que sim!!! A humanidade precisa perder esta ideia de que para ser de Deus eu não posso estar inserida na sociedade que me rodeia… É possível viver a vontade de Deus neste mundo sem se conformar com ele, longe das ilusões e falsos valores que ele nos impõe, vivendo de uma forma saudável e ainda ser muito feliz.
Camila: Sim, totalmente possível. Com Deus nós podemos ser inseridas no século XXI sendo o que Deus sonha que sejamos. Assim como a carta do Papa João Paulo II aos jovens, tomo ela para nós mulheres, qualquer uma de nós, de qualquer idade… Mulher santa, que usa calça jeans, que se lasca na faculdade, ou no seu trabalho ou até mesmo no serviço doméstico, mas mulheres de Deus. É possível sim!
Danusa: Sim. Se a mulher tiver como meta a vontade de Deus. Conhecer a Palavra e com base nela viver o momento atual.
Emanuela: Claro que sim! Como foi mencionado, a “nossa sociedade vive cercada de falsos valores”, isso significa que os falsos valores não fazem parte de nós, mas nos circundam. Fomos criadas para vivermos segundo a vontade de Deus, a qual já está inserida em nossa essência, e não está às margens! Logo, uma mulher moderna, a mulher do século XXI, só pode ser considerada MULHER se ela vive sua essência, ou seja, se ela vive ou pelo menos busca viver, segundo a vontade de Deus. Do contrário, ouso dizer que ela se submete a ser um objeto, uma coisa!
Luciene: É possível sim. E não só acredito que é possível, como acredito que se faz fundamental e urgente a tomada de consciência da mulher do seu papel na sociedade. Mulher que é mãe, esposa, profissional, temente a Deus. Mulher que cuida da família, que se veste com discrição, que trabalha com garra e honestidade, que sabe seu lugar dentro do relacionamento, que é companheira…
Sílvia: Claro, é nossa obrigação revelar isso ao mundo. Precisamos mostrar que, como mulheres de Deus podemos ser felizes, plenas e realizadas em qualquer função que o Senhor nos permita realizar. Não é porque seguimos os valores católicos que seremos mulheres fechadas em nós, desatualizadas e puritanas. Mas precisamos ser luz neste mundo e resgatar a essência de estar no mundo, sem ser do mundo.
Em que sentido uma mulher de Deus pode fazer diferença na construção de uma sociedade mais humana, famílias mais cristãs, um mundo melhor?
Andrea: Quando ela busca viver a sua vocação à santidade e o sonho de Deus em sua vida isso é possível. Vemos grandes mulheres que fizeram a diferença neste mundo e contribuíram para um mundo melhor a partir do momento que levaram a sério o compromisso com Deus e o Seu sonho para elas. Um mundo melhor é reflexo desta opção.
Camila: A começar pela oração, pedindo a Deus a graça de ser a diferença na construção de uma sociedade assim, pedindo a intercessão de Maria e sensível ao Espírito Santo, fazer tudo aquilo que está ao seu alcance, nos pequenos detalhes, sempre disposta a ouvir do Senhor o que Ele quer que faça.
Danusa: Eu acredito que isso acontecerá quando a mulher conseguir ser o que Deus quer que ela seja. Deus sonhou com a mulher para ser o auxílio do homem e não concorrente dele. A mulher foi feita com muitas virtudes, mas muitas mesmo…. E essas precisam ser usadas para o bem do próximo e dela. Acredito que a mulher será a diferença fazendo o sonho/planos de Deus em sua vida.
Emanuela: A mulher pode fazer a diferença quando ela assume e deixa externar em si aquilo que Deus sonhou para ela, aquilo que ela foi criada para ser, o seu chamado, sua vocação à santidade, assumindo ser um auxílio=socorro=suporte, assumindo a maternidade (“gerar vida”) que o Senhor confia a ela (seja maternidade espiritual ou biológica), e indo além do assumir, comprometer-se!
Luciene: A mulher faz a diferença quando ela entende para quê ela foi criada. A mulher foi sonhada por Deus para ser um auxílio, um socorro para o homem. Em Gênesis 2, 18, podemos ler que: O Senhor Deus disse: Não é bom que o homem esteja só; vou dar-lhe uma ajuda que lhe seja adequada. A sociedade, a família, o mundo passam pelo ventre e pela vida da mulher. A mulher que se nutre da vontade de Deus, ou seja, que busca conhecê-Lo e amá-Lo terá condições de oferecer alimento sólido para o homem, para a humanidade. A primeira vocação, o primeiro chamado da mulher é ser MÃE. Segundo Emmir Nogueira, cada mulher deve se sentir mãe de toda a humanidade, assim como Nossa Senhora.
Sílvia: Através de sua docilidade, acolhida, vivência cristã, cuidado…. Fomos criadas para ser socorro Deus. Assim nós, mulheres, trazemos traços de ser aquelas que vão ser suporte, oferecer repouso, ser luz e apontar o Senhor. Podemos construir um mundo melhor fazendo a diferença enquanto mulheres de Deus: resgatando a nossa espiritualidade, alegria em Deus, respeito para com nosso corpo e aos nossos irmãos, vivendo a espera e a castidade, sendo mães exemplares e principalmente mulheres que amem seus maridos, irmãos, pais, amigos…..
Deus chama as mulheres para serem um sinal visível do seu amor de que forma?
Andrea: Vivendo sempre a Sua vontade e sendo um reflexo Dele 24 horas por dia em todos os lugares que elas estejam…
Camila: No próprio jeito de ser uma mulher de Deus! Nas atitudes, ações, gestos, nas roupas que usa, nas falas… Só seremos sinal visível do amor de Deus na totalidade quando todos ao nosso redor sentirem a presença de Deus e a paz do Senhor.
Danusa: Assumindo que são a imagem de Deus. E não se perdendo com as imagens que o mundo tenta colocar nelas.
Emanuela: No seu jeito de se expressar (falar, vestir, gesticular,), no seu jeito de trabalhar, no seu jeito de se portar diante de cada situação particular e no seu jeito de ser esposa, mãe, filha, irmã, amiga, ou seja, a todo instante!
Luciene: Conforme a passagem já citada (Gen 2, 18), Deus não nos criou para viver isolados; o próprio Deus – Santíssima Trindade – é o melhor exemplo disso. Portanto, o Amor de Deus é um amor que se doa ao outro. É um amor que não fica centrado em si mesmo, mas é um amor que vai ao encontro das necessidades do outro. Assim, a mulher é chamada a se doar por amor ao homem. Somos um sinal visível do amor de Deus quando nos doamos, quando entendemos que nossa primeira ‘função’ é amar, ser auxílio, socorro, suporte, companhia…
Sílvia: Sendo como Maria, mulheres que vivam a reparação, a obediência e a fidelidade ao plano de Deus. O Senhor nos dotou de muitas qualidades e valores para que pudéssemos usá-los ao Seu serviço, mas muitas têm utilizado para outros meios (conquistas, prostituição, elevação de cargo….). Temos que resgatar nossa pertença a Deus e procurar ser consolo para o Coração do Mestre que tanto é ferido e foi ferido por nós.
Algumas feministas defendem o aborto achando que isso é uma conquista para a mulher. O que você pensa a respeito disso?
Andrea: Sou contra o aborto e não tenho receio em declarar isso em nossa sociedade corrompida por falsos valores. Esse é um assunto extremamente importante, e que precisa de um olhar mais atencioso. Com a evolução da mulher, muitas coisas foram deixadas de lado, valores importantes estão sendo esquecidos, porém ela nunca poderá deixar de assumir a maior função que ela veio exercer neste mundo: ser mãe!
Camila: Conquista para a mulher?! As mulheres que defendem o aborto negam que são mulheres… O mundo de hoje tem contorcido muitas coisas. A conquista foi o poder gerar a vida: o que Deus já conquistou por nós ao ter nos feito mulheres. O aborto vai contra o que Deus sonha de nós e para nós, mulheres.
Danusa: O ato do aborto é contra a vida. A primeira vocação da mulher é gerar vida. O ato do aborto foge de tudo que Deus sonhou para ela. O corpo da mulher se prepara todo mês para acolher em seu ventre uma vida. Vejo que  o aborto não faz parte da vontade de Deus para a vida da mulher.
Emanuela: Sou contra o aborto e não temo falar que o aborto é simplesmente a maior derrota que uma mulher pode ter, uma vez que fomos criadas, como anteriormente citei, para sermos auxílio e para gerarmos vida! Se agimos indo contra aquilo para que fomos criadas, estamos indo contra a vontade de Deus. Logo, todos sabem que a quem vai contra Deus só cabe a derrota!!!!!!
Luciene: Eu penso que ao invés de conquista é, na verdade, uma grande perda. Perda de identidade, perda de vocação, de caráter, de sonhos, de direitos, de vida e felicidade plena. O aborto é totalmente o lado oposto daquilo que Deus nos chamou a ser. Segundo o Catecismo da Igreja Católica § 2271, Deus, Senhor da vida, confiou aos homens [e mulheres] o nobre encargo de preservar a vida.
Sílvia: Nenhuma mulher tem poder de decisão sobre a vida e a morte, apenas o Senhor. Nada acontece em nossas vidas sem a permissão de Deus. Por isso, jamais concordarei com o aborto. Algumas vertentes do feminismo defendem o culto ao corpo, que a mulher não pode engravidar para não estragar a perfeição de seu corpo, para que possa se manter sempre “bela”. Mas a beleza não mora no corpo. Assim, aquela mulher que não deseja engravidar, que não pratique relações sexuais. Não se pode simplesmente matar um ser que não tem poder de decisão, é egoísmo demais. Toda vida gera benção, independente da situação no qual é gerada.
Maria é um exemplo para você de mulher? O que você busca viver a exemplo dela?
Andrea: Sim, o maior e melhor exemplo! A docilidade de Maria em fazer a vontade de Deus, a sua confiança no Senhor são alguns exemplos que busco viver e aprender com ela, dentre muitos outros… Quero pelo menos me parecer um pouquinho com a Virgem Maria aqui na Terra.
Camila: Sim, Maria é meu exemplo de mulher. Podem ver pelas outras respostas que muitas vezes já citei Maria como meu exemplo. Com Maria busco ter uma alma unida a Deus pela oração, tento fazer a vontade de Deus na minha vida, tento ficar atenta aos detalhes, tomo cuidado com as roupas que visto…
Danusa: Sim… e como é..!!! A comunhão dela com Deus, e a forma de viver tudo em Deus e para Ele.
Emanuela: Para mim Maria não é um exemplo qualquer de mulher; Ela é o exemplo de mulher! Busco viver, a exemplo de Maria, o amor, o cuidado, a delicadeza, a paciência, o silêncio, a intimidade com Deus, a liberdade em Deus, o desejo de fazer a vontade de Deus, a sabedoria, e claro, a sua feminilidade!
Luciene: Maria é meu maior exemplo de mulher! A exemplo de Maria, encontro meu lugar diante daquilo que Deus me chamou a ser. Mulher que sabe amar, silenciar, cuidar, corrigir, interceder; sabe se portar, se vestir, se arrumar; sabe sonhar, caminhar, confiar; sabe o valor da pureza, da castidade; sabe enxergar o valor dos detalhes, ter sensibilidade para as necessidades do outro, sabe ser mulher.
Sílvia: Em todos os sentidos Maria é meu exemplo: como mulher, como serva, como mãe. Ela foi aquela que soube ser o que Deus pensava dela, ser o sonho do Senhor. Procuro avaliar minhas atitudes, decisões, orações, como ela, para que possa agradar junto a ela o Coração de Deus.
Aproveite para deixar um recado para todas as mulheres que estão nos lendo neste momento.
Andrea: Irmãs não deixem que nada e nem ninguém roubem o sonho de Deus para vocês! Não tenham medo de ser aquilo que o Senhor deseja. O nosso mundo necessita da sua presença como uma Mulher de Deus… Lutem, corram atrás, tenham coragem, no final veremos que valeu a pena… Abraços!!!
Camila: Quero louvar a Deus nesse momento por sua vida! Por Ele ter nos feito assim: mulheres!! Ai ai, como é bom ser mulher de Deus! Que o Santo Espírito possa fazer de vocês almas apaixonadas por Jesus e que se espelhando em Maria vocês possam, dia a dia, deixar o perfume de ser mulher de Deus em todos os lugares que passarem. Deus as abençoe!
Danusa: Amadas irmãs em Cristo, peço ao Senhor que dê a vocês coragem para viver sob a luz do Evangelho. Só assim sereis mulheres livres e felizes. Seja mais de Deus… Ele será mais em você. Abraços fraternos.
Emanuela: Amadas e lindas criaturas sonhadas/desenhadas por Deus, vocês e eu temos um valor altíssimo para Deus e não fomos criadas ao acaso ou para sermos algo por aí. Deus nos deu identidade, particularidades, missão, para sermos felizes na nossa totalidade! Permitam-se serem geradas/formadas por Maria para usufruírem da beleza de ser MULHER! Sejam e busquem a cada dia ser perfume de Deus com toque suave de Maria a exalar pelo mundo. Abraços!
Luciene: Amadas de Nossa Senhora, muitas coisas poderiam ser ditas diante desse maravilhoso tema – MULHER. As palavras aqui nunca serão suficientes para esgotar tudo aquilo de mais belo que se pode dizer sobre a criatura sonhada e criada por Deus para ser um socorro ao homem. Encerro essa partilha pedindo que Maria, a Virgem Mãe, Mulher cheia de graça e de virtudes, esposa de São José, nos ensine cada dia mais a viver o sonho de Deus para nós mulheres.
Sílvia: Amadas mulheres, vocês são um sonho de Deus, são amadas, queridas e desejadas pelo Senhor. É possível vivermos em Deus e sermos felizes. Não há o que nos falte quando estamos em Deus. Dificuldades virão, dores virão, mas haverá sempre Maria a nos indicar um caminho que nos levará ao Coração do Senhor, onde poderemos nos refugiar e reabastecer nossas forças. Coragem!
Tagged with: ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *