flor mucha

Não entregues tua alma à tristeza

0 577

Quantas vezes nos deparamos com uma tristeza profunda, uma angústia   que toma nosso interior e nem ao menos sabemos o motivo real pelo qual nos encontramos assim?
Quantas vezes em meio a um sofrimento, essa tristeza nos invade e nos faz escravos dela, a ponto de nos entregarmos cada vez mais?
Amados irmãos venho alertá-los para que se movam quando estes momentos chegarem, pois a palavra do Senhor nos diz: “Afasta a tristeza para longe de ti, pois a tristeza já matou a muitos, e não há nela utilidade alguma.” Eclo 30, 24-25.
A tristeza é um sentimento momentâneo, pode surgir por diversos motivos, pelo acontecimento de algo ruim e inesperado, pela perda de pessoas, emprego, pela falta de perdão, fazendo com que a pessoa se sinta profundamente angustiada e desmotivada. Mas precisamos ficar atentos e vigiar, pois esse sentimento é o caminho para uma futura depressão. Devemos sempre lembrar que amanhã é um outro dia e não nos entregarmos à tristeza, pois ela nos destruirá pouco a pouco. Vale ressaltar que tudo nessa vida passa; somente o amor de Deus permanece.
Santa Tereza de Jesus vem nos dizer que “Em tempos de tristeza e de inquietação, não abandone nem as boas obras de oração, nem a penitência a que estás habituada. Antes, intensifica-as e verás que prontidão o Senhor te sustentará”. Busquemos então, amados e amadas do Senhor, força Naquele que nos fortalece todos os dias, pois Ele nos prometeu alegria plena. Mesmo na dificuldade vamos dobrar os joelhos no chão e nos entregar nas mãos do Senhor que Ele tudo fará.
Juliana Pereira
Vocacionada da Com. Mariana Resgate

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *