Nossa Senhora da Assunção

0 8

Estamos próximos à celebração de mais uma festa Mariana da nossa Santa Igreja Católica. No dia 15 de Agosto se comemora a Assunção de Nossa Senhora. Mas o que ao exato é este Dogma de fé? Como isto aconteceu com Maria? O que a Assunção Dela tem a dizer para nós?

O Dogma da Assunção foi reconhecido em 1º de novembro de 1950 pelo então Papa Pio XII através da publicação da Constituição Apostólica “Munificientíssimus Deus”. Neste documento, Pio destaca a estreita ligação entre a Conceição Imaculada de Maria (que já havia sido definida como Dogma pelo papa Pio IX) e sua Assunção.

Jesus Cristo, venceu a morte e o pecado. Também nós, batizados, gozamos desta vitória que Cristo nos mereceu, porém a vitória sobre a morte só será plenamente completa para os justos, no fim dos tempos, quando os corpos, que até então corrompem-se após a morte, se juntarão às almas. Nossa Senhora porém, está na exceção desta Lei Divina, visto que por privilégio de Deus ela foi preservada do pecado em sua concepção. Deste modo, seu corpo não foi sujeito à corrupção após a morte e nem teve de esperar o fim dos tempos.

Assim, vem dizer o Pontífice que: “A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial.”

No ano de 2018, durante a oração do ângelus no dia da Assunção, O Papa Francisco lembrou que Nossa Senhora viveu como uma mulher comum de seu tempo, que orava, cuidava de sua família e de sua casa, mas em todas as suas ações ela era unida à Jesus. Na paixão de jesus essa união alcançou se ápice, no amor, no sofrimento, na compaixão. Deste modo Deus lhe concedeu também participação na ressurreição de Jesus.

Na mesma ocasião, o Vigário de Cristo disse ainda que “A Assunção de Maria, criatura humana, nos confirma o nosso destino glorioso!”. Saber, por uma verdade de Nossa Fé, que Maria foi assunta ao céu em corpo e alma nos dá esperança de um dia ter nossa alma e corpo nos céus, junto à Trindade e à própria Virgem Santíssima. Assim como rezamos em todas as Missas no Credo. Ao mesmo tempo “confirma a unidade da pessoa humana e nos recorda que somos chamados a servir e glorificar Deus com todo o nosso ser, alma e corpo”.

Revigoremos nesta data o nosso desejo de sermos salvos na alma e no corpo, pedindo à Nossa Senhora que nos ajude ser unidos à jesus, em tudo, desde as pequenas coisas do dia-a-dia, sendo pessoas oracionais, como ela foi, para NEle, que virá uma segunda vez, sermos também elevados aos céus!

“A porta do céu foi fechada por Eva; por Maria ela abriu-se, aos homens de novo, Aleluia.” (Antífona da liturgia das horas)

Nossa Senhora da Assunção, Rogai por Nós!

.

.

Cristiano Trindade

Comunidade Mariana Resgate

(Visited 9 times, 1 visits today)
Tagged with: ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *