Nossa Senhora Rainha

0 17

Quando o Anjo Gabriel é enviado à Virgem Maria para revelar os planos de Deus, fala que Jesus herdará “o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó”. Saúda ainda Maria, dizendo “Ave, cheia de Graça”. Assim ele está saudando a mãe do Rei, a mãe do “Filho do Altíssimo”, cujo “reino não terá fim.” (Cf. Lc 1). Dessa forma Maria é elevada à condição de Rainha. Mas não só por isso. O Catecismo da Igreja católica afirma que “a Virgem Imaculada, preservada imune de toda a mancha da culpa original, terminado o curso da vida terrena, foi elevada ao céu em corpo e alma e exaltada pelo Senhor como rainha, para assim se conformar mais plenamente com o seu Filho, Senhor dos senhores e vencedor do pecado e da morte” (CIC ¤ 966). Assim, Maria é reconhecida como a Rainha do céu e da terra.

Quando penso em uma rainha, penso em alguém com autoridade e eleita para gerar o filho do rei. A Maria foi dada a autoridade de pisar na cabeça da serpente (Gn 3,15) e a força de um exército em ordem de batalha (Ct 6,4). O Papa Bento XVI declarou: “… a realeza da Mãe de Deus se faz concreta no amor e no serviço a seus filhos, em seu constante velar pelas pessoas e suas necessidades.” Assim Nossa Senhora defende seus filhos de toda obra maligna e reafirma a sentença alcançada por Jesus para nós – a salvação. É ela quem não nos deixa esquecer que temos o céu e que a batalha já foi vencida. É ela quem esmaga o mal e o pecado na nossa vida e também batalha para que sejamos santos.

Além disso, Nossa Senhora foi eleita pra gerar Jesus – o Rei e, como nossa Mãe, ela continua a gera-Lo em nós. Isso é, ela é o meio pelo qual somos configurados à Cristo, conduzidos a santidade, preparados para o Céu, pois ela nos ensina a encontrar Jesus quando O perdemos (Lc 2, 41-52) e a fazer tudo o que Ele diz (Jo 2,5).

Ela é nosso caminho seguro para morarmos com o Rei, para alcançarmos a eternidade e não nos perdermos em mentiras e pecados. Pelas mãos de Maria somos apresentados ao Rei, revestidos de suas virtudes e obras, para dessa maneira não sermos rejeitados como afirma São Luis de Montfort (TVD 146-148).

Se você não quer perder o céu conquistado por Jesus Cristo na cruz, confie-se à essa Rainha benevolente, justa, invencível, infalível. Ela mesmo te moldará, te educará e te fará semelhante a Cristo para que você seja reconhecido no céu.

.

.

Silvia Enes

Comunidade Mariana Resgate

(Visited 15 times, 1 visits today)
Tagged with: ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *