O Espírito Santo

O Espírito Santo

0 60

Clamado pelo Espírito Santo começa o momento de oração. Hélisson convida as pessoas a pedirem para que o Espírito Santo venha romper todas as barreiras que há em nós: do medo, da carência, da falta de amor. Para que ele venha nos transformar.

Breno pede então para que nos abracemos e deixemos o Espírito agir em nós. Ele que nos renova que nos transforma, pois sozinhos nós não podemos. Somos convidados a declarar que somos dependentes do Espírito Santo. Começa a música Vem Espírito, sozinho eu não posso mais viver… e todos a uma só voz começam a pedir a presença do Consolador!

Em seguida todos dão boas vindas ao Espírito, boas vindas em nosso coração, no RANOM, neste dia.

Encerrando o momento de oração, todos cantam mais uma vez o refrão.

Todos rezam pela Danusa, clamando sobre ela o Espírito Santo.

Ela começa a partilha pedindo pra que as pessoas sentem do lado de alguém que ainda não conversaram e dá-se início a um breve momento de partilha. Em seguida todos rezam juntos uma Ave-Maria consagrando o dia e pedindo para que a Virgem atraia o Espírito Santo pra nosso meio, ela que é sua Esposa.

Maria, que foi fecundada pelo Espírito Santo e gerou Jesus, era repleta dele. Se pegarmos a palavra, Moisés diz ao Senhor que não sabia nem falar, que não queria que era pra escolher outro. Maria no entanto não fala nada, é exemplo de que acolhe o Espírito Santo. E assim como ela queremos ser disponíveis e acolher esse Espírito.

Danusa questiona então quem é o Espírito Santo. Em meio a um silêncio, ela começa a explicar que é um mistério da fé. Santo Agostinho, um homem muito questionador, vendo uma crinaça na praia, enchendo um balde de água e tentava encher um buraco na terra, a pergutou o que ela tentava fazer. A crinaça responde que o mesmo que Santo Agostinho, tentando pegar algo de um lugar e passar pra outro. E continuou que a Santissima Trindade não se entende, se vive.

Pegando a Bíblia em Gêneses 1, Danusa diz que poucas vezes se houve falar da Santíssima Trindade, pois Eles vivem numa união só. Deus criou o mundo com a ajuda de Jesus e do Espírito, os três. Ela nos convida a olhar o nossos dedos e observar nossas digitais. Nelas estão escritas MADE IN CÉU. Pois fomos fabricados lá (todos riem)! E isso é graça de Deus. Nós trazemos em nossas digitais de onde nós viemos.

Questionando quem é bom de matemática, somos convidados a soma 1 + 1 e 1 x 1 x 1. Todos respondem. E tomando a explicação da multiplicação, Danusa diz que Deus estava no céu, muito longe de nós, mas que a vinda de Jesus nos aproximou de Deus. Pois Jesus era homem, se podia tocá-lo. E o Espírito Santo? Ele é a promessa que se cumpriu.

Danusa cita o Catecismo da Igreja Católica nº 664 :

O espírito é aquele que nos motiva, que nos impulsiona. Tomando Atos 2, ela afirma que para que o Espírito viesse, Jesus tinha que ir. Que quando o Espírito veio em socorro aos apóstolos, homens que eram corajosos apenas diante de Deus. Pedro, só teve coragem porque estava com Jesus, tanto que quando Jesus foi preso ele o negou. Danusa cita o quanto é difícil falar de Deus quando, em uma roda de amigos, somos questionados. Mas, o cuidado de Deus conosco é tão grande, que nos mandou um consolador, alguém que nos fortalecesse.

Jesus, depois de morto, aparece a dois discípulos, que não o conheceram e se lamentavam pela morte dele. Estes não sentindo a presença do Senhor tentavam voltar para a vida antiga. Jesus então segue com esses discípulos, consoloando-os. E se manifesta a eles apenas ao partir o pão. Quando eles perceberam que eram Jesus, voltam para dizer que o tinham visto. Nesta época as pessoas tinham medo de falar de Jesus, pois acreditavam que Ele criava uma nova seita, porque ele usava de autoridade e não de poder. Por inveja Jesus foi morto. Por isso as pessoas tinham medo de ser mortas também por falar de Deus.

Ao se manifestar aos apóstolos, mostra a eles que não tinha mentido sobre nada. Eles acreditam então que a Palavra se cumpriria, que o Consolador viria para socorrê-los.

Tentaram abafar Jesus, mas aí sim ele Cresceu.

Cinquenta dias depois da morte de Jesus se celebrava a festa de Pentecostes, que era quando as pessoas ofereciam as melhores ofertas no templo. Nesta festa se reuniam pessoas de todos os lados. Deus, em um cuidado muito grande manda alguém para auxiliar as pessoas para que elas perseverassem.

Neste tempo, os apóstolos, se preparando há 50 dias, imaginavam como seria esse Espírito Santo, que seria o Advogado, o Consolar. Na espera, eles começam a rezar, a se preparar, clamando para que Jesus viesse os reparar. Oferecendo mortificações, penitências, jejum, para se purificar.

Reunidos então em um local pequeno, na presença da Virgem, eles clamam por ajuda. Alguns começam a sentir arrepios, o coração acelerar. No coração de Pedro, nasce uma coragem avassaladora e ele sai anunciando Deus, e converte a muitos. Se fosse em nosso tempo, Pedro seria preso.

Danusa partilha que se fosse a um tempo atrás ela não anunciaria o Senhor, pois ela não tinha Deus em sua vida. Que ela era chata, briguenta, encrenqueira, difícil de lidar. Que ela achava o bobeiras as coisas de Deus.

Ela conta de seu primeiro encontro,de como sua irmã nunca desistiu dela. Que ela só foi porque sua irmã insistiu muito. Durante todo o encontro ela só criticava, não participava de nada, nãos e abria. Porém quando Jesus entrou, ela pediu para que Jesus mudasse seu coração. Caindo de joelhos, em lágrimas, relembrando de sua vida, de que sua irmã havia dito que ela era mal amada, e naquela hora o Senhor mudou o coração dela.

Depois desse encontro, ela queria ser freira de clausura. Mas a Madre disse a ela que Jesus não queria sacrifício, mas um coração penitente. E ela não foi aceita. Não se conformando com o não, ela volta meio questionadora, e abandona Igreja. Mas Jesus a chama de volta em um Rebanhão, mais uma vez levada pela sua irmã, em um momento do Espírito Santo, diante de Jesus. Jesus fazia seu coração arder e gritava pra que ela voltasse. Ela segue dizendo que não seria completa se não tivesse tudo isso.

Quando somos batizados, recebemos uma caixa. No entanto, muitos de nós não a abrem. Ela fica ocupando espaço, sujando…. mas se abrirmos descobrimos que há um tesouro, que deve ser usado.

Convidando todos a ficar de pé, pedem para que afastem as cadeiras e que fiquemos do lado de quem não conhecemos.

Começa o momento de oração com a oração “Vinde Espírito Santo e enchei…”

Tomando a palavra em Jo 3, 8: “O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito”

Danusa diz que sem o Espírito nós não agüentaremos e que precisamos pedir aquilo que nos é de direito e que tudo que pedirmos em nome de Jesus o Pai nos dará. E para viver nós precisamos dele. Não importa qual encontro fazemos, todos nos levam a Deus, mas precisamos de ajuda para permanecer.

Hoje estamos aqui como os apóstolos. E Deus nos dá a graça de conhecer e anunciar o Evangelho, mas com o Espírito a nos motivar. Convidando a todos a colocar a mão no coração e a fechar os olhos, começa uma música de clamor ao Espírito Santo e Jesus adentra a sala. Ele que trouxe o Espírito Santo aos apóstolos o trará também a nós.

Todos na sala se reúnem em círculos de 5 e dá-se início um momento de efusão, com todos pedindo para que o Espírito venha e se derrame sobre nós. Todos são convidados a deixar que nossas vidas sejam restauradas.

Danusa afirma que o Senhor está derramando uma porção redobra do Espírito em todo mundo, que estamos sendo cuidados pelo Senhor. Aos poucos, as pessoas são colocadas no centro do círculo, e todos rezam pedindo para que elas sejam batizadas pelo Espírito Santo. Danusa convida a todos a colherem Deus, a não ter medo.

Todos são convidados a se abraçar em círculos e a pedir que o Espírito Santo venha abrasar e aquecer nosso Coração, que Ele nos envolva como família em Deus.

Ao final da oração ergue-se um louvor de gratidão por tudo que o Senhor fez!

Tagged with: ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *