papa_papa_confianca-em-deus

O homem que confia somente em si e se esquece de Deus

0 261

O homem que confia em si mesmo, nas próprias riquezas ou ideologias está destinado à infelicidade. Quem confia no Senhor, em vez disso, dá frutos mesmo em tempos de seca. Assim disse o Papa Francisco na Missa desta quinta-feira, 20, na Casa Santa Marta.

As reflexões partiram da primeira leitura do dia, que define como bendito o homem que confia em Deus. Francisco destacou que somente no Senhor a confiança é segura, outras confianças não servem, não trazem a salvação e nem alegria.

Às vezes, porém, lembrou o Santo Padre, o homem gosta de confiar em si mesmo ou nos amigos e ideologias, deixando Deus um pouco à parte. Mas o homem assim se fecha em si mesmo e fica sem horizontes, não pode salvar a si mesmo. É o que acontece com o homem rico de que fala o Evangelho do dia: tinha tudo, mas não se dava conta de que à sua porta havia um pobre, coberto de feridas. Francisco observou que, ao passo que o pobre tinha um nome, Lázaro, o rico “não tem nome”.

“E esta é a maldição mais forte daquele que confia em si mesmo ou nas forças, nas possibilidades dos homens e não em Deus: perder o nome. (…) Todos nós temos esta fraqueza, esta fragilidade, de colocar as nossas esperanças em nós mesmos ou nos amigos ou nas possibilidades humanas somente e nos esquecemos do Senhor. E isto nos leva ao caminho da infelicidade”.

O Papa disse que neste dia de Quaresma, fará bem a cada um perguntar-se onde coloca a sua confiança: em Deus ou nas coisas, nos ídolos. “Ainda tenho um nome ou comecei a perder o nome e me chamo ‘eu’? Eu, a mim, comigo, para mim, somente eu? Sempre aquele egoísmo…isto não nos dará a salvação”.

Mas mesmo para quem “perdeu o nome” e confia em si mesmo, há uma porta de esperança, pois Deus é Pai e tem sempre uma resposta para dar ao homem, uma única palavra: “Filho!”

“Se algum de nós na vida, de tanto ter confiança no homem e em nós mesmos, acabamos por perder o nome, perder esta dignidade, ainda há uma possibilidade de dizer esta palavra que é forte: ‘Pai’. Ele sempre nos espera para abrir uma porta que nós não vemos e nos dirá: ‘Filho’. Peçamos ao Senhor a graça de que dê a todos nós a sabedoria de ter confiança somente Nele, não nas coisas, nas forças humanas, somente Nele”.

Fonte: Canção Nova

Tagged with:

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *