Homossexualisto e a Igreja

O que a Igreja diz sobre homossexualismo?

0 510

Existem muitas pessoas lutando para viver a vontade de Deus na sua afetividade e na sua sexualidade. Trouxemos hoje uma matéria sobre o homossexualismo, à luz da nossa igreja católica, para ajudar as pessoas que têm dúvidas sobre esse assunto e também para orientar e direcionar nossos irmãos que lutam contra a tendência homossexual.

O que nos diz o catecismo da igreja católica?

§2357 – “A homossexualidade designa as relações entre homens e mulheres que sentem atração sexual, exclusiva ou predominante, por pessoas do mesmo sexo. A homossexualidade se reveste de formas muito variáveis ao longo dos séculos e das culturas. A sua gênese psíquica continua amplamente inexplicada. Apoiando-se na Sagrada Escritura, que os apresenta como depravações graves (Gn 19,1-29; Rm 1,24-27; 1Cor 6,9-10; 1Tm 1,10), a tradição sempre declarou que “os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados” (CDF, decl. Persona humana, 8). São contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser aprovados”.

A prática do homossexualismo e do lesbianismo são desordens no plano de Deus. A tendência de procurar a pessoa do mesmo sexo tem raízes que a própria ciência ainda não compreende bem as causas, além das razões de ordem educacional.

Precisamos entender que a tendência homossexual não é pecado, mas que as práticas dos atos sexuais é pecado grave. Duas pessoas do mesmo sexo se relacionando gera um conflito com a lei natural; pois, um homem com um homem não podem gerar um filho. Deus criou dois sexos diferentes para se completarem mutuamente e gerarem vida!

O que fazer se trago essa tendência dentro de mim?

§2359 – “As pessoas homossexuais são chamadas à castidade. Pelas virtudes de autodomínio, educadores da liberdade interior, às vezes pelo apoio de uma amizade desinteressada, pela oração e pela graça sacramental, podem e devem se aproximar, gradual e resolutamente, da perfeição cristã”.

Você é chamado a viver a castidade, a buscar com todas as forças a viver a santidade. Não será fácil, mas Deus te dará as graças necessárias para que você não saia da sua santa vontade. Assim como Cirineu ajudou Cristo a carregar a sua cruz, Cristo também lhe ajudará a carregar a sua.

Não se deixe contagiar pela cultura gay, mas busque em tudo viver a santidade. A palavra de Deus, a eucaristia, a confissão, a oração e o santo terço serão teu alimento e teu escudo nessa luta.

Conheço pessoas homossexuais, o que posso fazer?

§2358 – “Um número não negligenciável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente enraizadas. Esta inclinação objetivamente desordenada constitui, para a maioria, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza.  Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta. Estas pessoas são chamadas a realizar a vontade de Deus em sua vida, e se forem cristãs, a unir ao sacrifício da cruz do Senhor as dificuldades que podem encontrar por causa de sua condição”.

 

Assim como o coração da igreja está aberto para acolher os homossexuais o nosso coração também está! Amá-los e respeitá-los é uma atitude natural de todos nós cristãos. Não podemos alimentar nenhuma forma de preconceito com essas pessoas, pois eles são seres humanos, filhos de Deus e nossos irmãos.

 

 

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *