Padre não é funcionário ou burócrata: advertência do Papa à Comunidade do Seminário interdiocesano do sul do Lácio

0 40

“Ai dos maus pastores que apascentam a si mesmos e não ao rebanho!”. Esta forte admoestação dos profetas foi recordada pelo Papa Francisco, ao receber, nesta segunda-feira, os estudantes e superiores do Seminário inter-regional de Anagni, que serve a região do Lácio, a sul de Roma. Um Seminário conhecido como “pontifício” e “leoniano”, pois foi criado pelo Papa Leão XIII, em finais do século XIX.

O Papa Francisco recordou o objectivo de todo e qualquer Seminário: “preparar os futuros ministros ordenados, num clima de oração, de estudo e de fraterna”. É – sublinhou – “esta atmosfera evangélica, esta vida plena de Espírito Santo e de humanidade, que consente aos que nela se imergem assimilar dia a dia os sentimentos de Jesus Cristo, o seu amor ao Pai e à Igreja, a sua dedicação sem reservas ao Povo de Deus”.

“Vós, caros seminaristas, não vos estais preparando para exercer uma profissão, para vos tornardes funcionários de uma empresa ou de um organismo burocrático. Cuidado, estai atentos a não cair nisso! “

Trata-se, isso sim, de irem-se tornando “pastores à imagem de Jesus, Bom Pastor”, para serem como Ele apascentando as suas ovelhas.
Quem não se sentir disposto a seguir este caminho, com esta atitude e orientação – advertiu o Papa – “tenha a coragem de procurar outra estrada”, pois há muitos modos, na Igreja, de dar testemunho cristão.

Para além da Comunidade do Colégio Leoniano de Anagni, o Papa Francisco recebeu ainda, nesta segunda de manhã, em audiências sucessivas:
– o cardeal Leonardo Sandri, Prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais; e – o cardeal Agostino Vallini, seu Vigário para a diocese de Roma.

Fonte: Rádio Vaticana

Tagged with:

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *