Palavra da Fundadora

0 38

“Se me é possível, pois, alguma consolação em Cristo, algum caridoso estímulo, alguma comunhão no Espírito, alguma ternura e compaixão, completai a minha alegria, permanecendo unidos. Tende um mesmo amor, uma só alma e os mesmos pensamentos” (Filipenses, 2, 1-2).

 Tende um mesmo amor, essa palavra de São Paulo vem ecoando nos dias de hoje, sendo desafiante para todos nós vivermos o mesmo amor, a mesma entrega, o mesmo abandono de Cristo.

Somos cristãos, seguimos a Cristo, O buscamos no nosso dia a dia, em meio às dificuldades, altos e baixos, mas O buscamos.

Quando li essa palavra de São Paulo a Filipenses, eu parei nessa frase: tende um mesmo amor. Me questionei se seguir seria suficiente para ter o mesmo amor, e vi que não. Não basta andar junto, é preciso provar da vida, da experiência, da luta, da alegria da doação. Cristo amou a todos nós ao ponto da entrega na Cruz; meu amor ainda não é esse pelo Cristo e nem pelos outros.

Em oração pedi a Deus uma luz para alcançar essa graça de ter o mesmo amor, e em oração sentia no mais íntimo, que preciso olhar para Jesus ao invés de olhar para as coisas, pessoas, e situações e ver em Jesus o meu caminho. Não posso só saber disso, preciso relembrar para viver. Me alimentar interiormente de pensamentos que Jesus me ensinou e na medida que as coisas surgem, colocar esses pensamentos em prática, como perdoar quantas vezes for preciso, servir ao invés de querer ser servida, silenciar ao invés de discussões que não me levam a nada… Aprender a ter o mesmo amor que Jesus é ver que vai além de belas palavras e apenas observar Sua vida santa.

É desafiante, mas eu quero e vou fazer de tudo para ter esse mesmo amor.

Avante, Deus é conosco…

.

Danusa da Silva

Fundadora da Comunidade Mariana Resgate

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *