Papa à Gendarmaria vaticana: resguardar-se dos mexericos, ameaçam a vida da Igreja

Papa à Gendarmaria vaticana: resguardar-se dos mexericos, ameaçam a vida da Igreja

0 22

Cidade do Vaticano (RV) – O diabo é quem semeia “a cizânia dos mexericos”, que são como “bombas” que destroem “a vida dos outros” e também “a vida da Igreja”. Foi o que disse o Papa na missa celebrada sábado passado, na capela do Governatorato, para a Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano, reporta o jornal L’Osservatore Romano. A homilia teve como referência São Miguel Arcanjo que, disse o Pontífice, “nos ensina esta virtude do custodiar”.
A vocação da Gendarmaria vaticana é “custodiar este Estado que está a serviço da liberdade da Igreja”, a serviço do Papa “a fim de que possa ser livre”. Foi o que ressaltou Francisco evidenciando que o Arcanjo que louva a Deus é exemplo do custodiar.
“Vocês – disse – estejam atentos ao diabo, às tentações externas.” Em seguida, o L’Osservatore Romano ressalta que, “referindo-se a presumíveis ameaças terroristas contra o Vaticano, enfatizadas nestes dias pela mídia, o Papa evocou a tarefa de vigilância dos gendarmes”.
“Vocês – disse o Papa Francisco – vigiam as portas, as janelas, para que não entre uma bomba”, mas “existem bombas perigosíssimas dentro. Por favor, estejam atentos. Porque na noite de tantas vidas ruins, o inimigo semeia a cizânia”. Toda semente de cizânia é uma bomba que destrói.
E existem muitas bombas, embora “a pior delas dentro do Vaticano seja o mexerico”, que ameaça “todo dia a vida da Igreja e a vida do Estado”, porque “todo homem que faz mexericos aqui dentro semeia bombas”, vez que “mata a vida dos outros” – acrescentou.
E mesmo se suas palavras correspondessem à verdade, mesmo assim não teria “o direito de dizer a todos”, mas somente “a quem tem a responsabilidade”. Em seguida, convidou os gendarmes a estarem atentos em relação aos mexeriqueiros, no sentido de resguardar-se.
E enquanto “muitos leigos, sacerdotes, irmãs, muitas consagradas, bispos, semeiam a boa semente”, o diabo “usa também leigos, alguns sacerdotes, consagrados, irmãs, bispos, cardeais”, até mesmo “Papas, para semear a cizânia”. Um perigo que, disse o Pontífice, “também eu corro”, porque o diabo procura colocar o querer.
Francisco pediu aos gendarmes que estejam vigilantes inclusive encontrando a coragem de dizer: “Por favor Sr., por favor Sra., por favor Padre, por favor Irmã, por favor Excelência, por favor Eminência, por favor Santidade, não faça mexericos, aqui não se pode!”
Por fim, o Santo Padre recordou que os mexeriqueiros “cometem iniquidades” e que, como adverte o profeta Daniel, serão condenados “à vergonha e à infâmia eterna”. E concluiu fazendo votos de que a última página de nossa vida seja: “semeou a boa semente” e não “a bomba da cizânia”. (RL)

Fonte: News.va

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *