Papa nomeia bispo subsecretário do Sínodo dos Bispos, sublinhando importância da instituição sinodal

0 36

2014-04-09 Rádio Vaticana

A importância do Sínodo dos Bispos foi sublinhada pelo Papa Francisco numa carta ontem enviada ao secretário-geral da instituição, cardeal Lorenzo Baldisseri, por ocasião da nomeação episcopal de D. Fabio Fabene, subsecretário do organismo. O Santo Padre observa que é necessário reforçar os vínculos entre o Papa e os bispos no governo da Igreja universal, procurando “formas cada vez mais profundas e autênticas do exercício da colegialidade sinodal”.
Após cinquenta anos da instituição do Sínodo dos Bispos, da parte de Paulo VI, o Papa Francisco afirma o seu desejo de “valorizar esta preciosa herança conciliar”. “Estou muito grato a quantos, com um trabalho generoso, assíduo e competente garantiram, em todos estes anos, que a instituição sinodal contribuísse para o imprescindível diálogo entre Pedro e os seus irmãos”, precisa. O Papa considera ainda que (citamos) a “comunhão afetiva e efetiva” constitui “a finalidade principal do Sínodo dos Bispos”.O Papa elogia a perspicácia de seus predecessores, em particular de Paulo VI e João Paulo II, o primeiro por ter criado a instituição do Sínodo dos Bispos, e o segundo – escreve – por ter reconhecido “o bem enorme que este faz à Igreja”. “De facto, afirma o Papa Francisco, a extensão e a profundidade do objetivo dado à instituição sinodal derivam da amplidão inexorável do mistério e do horizonte da Igreja de Deus, que é comunhão e missão.”
A 50 anos da criação na Igreja Católica do Sínodo dos Bispos, “consciente de que para o exercício do meu Ministério Petrino é necessário, mais do que nunca, reavivar ainda mais o laço estreito com todos os Pastores da Igreja (escreve o Papa), desejo valorizar esta preciosa herança conciliar” elevando o cargo de subsecretário do Sínodo dos Bispos à dignidade episcopal. “O Bispo de Roma precisa da presença de seus irmãos Bispos, do seu conselho, prudência e experiência.”O Papa conclui declarando-se “muito grato àqueles que, com um trabalho generoso, assíduo e competente, asseguraram, em todos estes anos, que a instituição sinodal contribuísse para o imprescindível diálogo entre Pedro e seus irmãos”.
D. Fabio Fabene tinha sido nomeado subsecretário do Sínodo dos Bispos em fevereiro passado. Italiano, de 55 anos, è membro do clero da diocese de Viterbo-Montefiascone. Doutorado em Direito Canónico, foi pároco, chanceler diocesano e professor no Instituto Teológico de Viterbo. A partir de 1998 passou a trabalhar na Cúria Romana, na Congregação para os Bispos.

Fonte: News.va

Tagged with:

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *