Quando a vontade de Deus é diferente da minha

Quando a vontade de Deus é diferente da minha

0 268

O que vou fazer agora?

Pergunte pra Deus uai!!!

Mas já perguntei, e não adiantou nada.

Ele não te respondeu?

Respondeu sim, falou que era para eu ir pela esquerda que teria o apoio dEle, mas teria muitas pedras e espinhos, e que Maria iria arrancá-los de mim.

Mas porque você não foi?

Enfim, quando olhei para a direita, tinha algumas flores

bem cheirosas e coloridas.

Quantas vezes nos encontramos em uma encruzilhada cheio de duvidas e com medos? Nessa hora devemos cantar com o salmista; Eis que eu venho. No rolo do livro está escrito de mim: fazer vossa vontade, meu Deus, é o que me agrada, porque vossa lei está no intimo de meu coração. (Sl 39, 8-9)

Foi em virtude dessa vontade de Deus que temos sido santificados uma vez para sempre, pela oblação do corpo de Jesus Cristo. (Hb 10,10)

Jesus sempre realizou a vontade do Pai, mesmo sabendo que as dores seriam violentas, mesmo suando sangue, dizia “Meu Pai, se não é possível que este cálice passe sem que eu beba, faça-se a tua vontade!”(Mt 26, 42).

Imaginemos se nosso Salvador se recusasse a realizar a vontade do Pai, não falo aqui que Ele viveria fora da felicidade plena (pois fazer a vontade de Deus é caminhar na felicidade plena), mas o que seria de nós? Onde a humanidade estaria?

Quando não fazemos a vontade de Deus também deixamos de buscar a felicidade plena, e como Jesus, podemos deixar muitas almas se perderem e caírem em mazelas.

Fazer e viver na vontade de Deus é, e sempre será, muito bom, mas e quando a vontade de Deus é diferente da minha? O que fazer? Ir para a esquerda ou para a direita? É tudo questão de escolha!Deus nos dá toda liberdade, não nos obriga a nada.

Anteriormente nos deparamos com uma encruzilhada; para a direita temos flores cheirosas que agradam nossos sentidos, nos deixam em bem estar. Quando queremos colher essas flores, que foram plantadas por outras pessoas, podemos nos surpreender e encontrar espinhos nos machucando e sem ter ninguém para nos amparar. Elas irão murchar, secar e morrer, como não aprendemos a plantá-las não teremos as suas belezas novamente, a terra ficará improdutiva e só restará recorrermos a misericórdia de Deus. Muitas vezes é isso que acontece, queremos ir pelos nossos meios e não conseguimos caminhar sozinhos.

Se optarmos pelo caminho ao lado do Pai, assim como Jesus o fez, teremos espinhos e sofrimento viveremos como os primeiros apóstolos. Teremos Maria como apoio, ela mesmo disse aos servos “Fazei o que Ele vos disser” (Jo 2, 5).

Quando cumprimos a vontade de Deus tudo tentará nos abalar, os caminhos podem ser tortuosos mas nos diz São João “O mundo passa com as suas concupiscências, mas quem cumpre com a vontade de Deus permanece eternamente.” (I Jo 2, 17)

Fazer a vontade de Deus não é apenas escolher o caminho é preciso perseverar para fazer a vontade de Deu e alcançar os bens prometidos. (Hb 10, 36)

Meus amados irmão, para viver a vontade de Deus requer os dons do Espírito Santo. Peçamos em oração.

 João Vitor

Membro do núcleo do grupo de oração MR

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *