Relator da ONU denuncia “graves violações da liberdade religiosa” no Vietnã

0 45

Heiner Bielefeldt, Relator Especial da ONU sobre a liberdade religiosa, denunciou que este direito humano continua sendo violado pelas autoridades comunistas do Vietnã.

Na conclusão de sua visita oficial a este país no último dia 1º de agosto, o funcionário da ONU indicou que se reuniu com autoridades locais e representantes das comunidades religiosas.

Conforme o informado à agência Fides pela ONG “Christian Solidarity Worldwide” (CSW), que acompanhou de perto a viagem, durante as visitas programadas nas províncias de An Giang, Gia Lai e Kon Tum algumas testemunhas, representantes e ativistas que pretendiam reunir-se com o Relator da ONU “foram ameaçadas, perseguidas ou bloqueadas pela polícia”.

Nas três províncias se registraram nos últimos anos violações da liberdade religiosa, incluindo os ataques contra os católicos e protestantes em Kon Tum em 2012 e 2013.

Na conclusão de sua visita, Bielefeldt fez referência “ao comportamento geralmente desdenhoso, negativo em relação aos direitos das minorias e indivíduos que praticam a religião fora dos canais institucionais”, aos “limites em matéria de direitos humanos” assim como “formulações vazias dentro do código penal em matéria de abusos das liberdades democráticas”.

Embora reconheça os progressos realizados, o Relator Especial assinala que “as graves violações” continuam acontecendo atualmente. Bielefeldt apresentará um relatório com as suas conclusões e recomendações ao Conselho de Direitos Humanos da ONU em 2015.

Por sua parte, CSW, compartilhando as preocupações expressas pelo Relator pede ao Governo do Vietnã para assegurar que nenhuma das testemunhas que conversaram com Bielefeldt seja penalizada.

Fonte: ACI Digital

Tagged with: , ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *