santas missões

Retiro Missionário exige comprometimento missionário dos participantes

0 212

No início do terceiro e último dia do 1º Retiro Missionário, os missionários participaram da celebração eucarística, presidida pelo bispo diocesano, dom José Lanza Neto, e concelebrada por 24 padres, entre eles o formador do retiro, padre Luís Mosconi, e o coordenador diocesano pastoral, padre Henrique Neveston.

Em sua homília, dom Lanza, ao saudar o padre Mosconi, o elogiou como “farol que abre caminhos”, aos leigos dirigiu as seguintes palavras: “Nós somos motivadores para que possa crescer ainda mais, nesta empreitada ninguém pode ficar para trás, nem as crianças, nem os adolescentes, nem as famílias, nem os idosos, ninguém”. O bispo, ainda, incentivou a unidade eclesial, que integre leigos, padres e bispo, pessoas necessárias para a implantação do Reino de Deus, superando as “pedras de tropeço”, presentes em cada um.

Destacando os textos litúrgicos deste domingo, dom Lanza exortou os fiéis a compreenderem que “o profeta sente na sua vida [o chamado de Deus], por isso se deixa seduzir por Ele, por sua palavra e pelo seu projeto”. Citou ainda uma frase da beata Tereza de Calcutá, “amar até doer”, como modelo a ser seguido pelos missionários, que devem ter “consciência que suas vidas estão nas mãos do Senhor”.

Durante a apresentação das oferendas, padre Mosconi convidou os missionários a ofertarem suas vidas e seus dons, simbolizados pelos termos de compromisso, para se dedicarem à missão nesta diocese. Ao final da celebração eucarística, houve um momento mariano, confiando à Nossa Senhora as atividades das Santas Missões Populares.

Os objetivos selecionados nos trabalhos em grupo, no dia anterior, serão as metas para todo o processo das SMP, além deste caráter prático, os itens escolhidos se transformarão em oração, com o intuito de não serem esquecidos pelos missionários. Além das metas propostas pelo livro “Santas Missões Populares”, do padre Mosconi, os participantes indicaram algumas áreas de atuação, como a inserção cristã na política, a causa ecológica, valorização de todas as faixas etárias, dos grupos de reflexão e das comunidades eclesiais de base (CEB’s). 

Em seguida, o assessor indicou os próximos passos que serão realizados nas paróquias, a partir deste primeiro retiro. Além do estudo dos livros, os missionários deverão intensificar as visitas, os contatos pessoais, incentivar a participação nos momentos de espiritualidade e formação missionária, incluindo o estudo do evangelho e o envolvimento comunitário. Mas para isto, é essencial priorizar o processo das SMP, padre Mosconi recomenda que as pastorais e movimentos revejam seu planejamento, reduzindo as atividades, para sincronizarem com o calendário missionário.

No início da tarde, após um breve momento de animação, o formador cobrou responsabilidade dos participantes nas próximas etapas realizadas em nível paroquial, inclusive os retiros que se realizarão nas 84 paróquias. Ao convidar o setor Passos para representar os outros 14 setores missionários, padre Mosconi considerou a cooperação mútua entre as comunidades. Logo após, os religiosos foram convidados a emitirem seu compromisso com o processo missionário, “podem contar conosco”, confirmou uma religiosa.missa_04

Concluindo as atividades do retiro, padre Mosconi reforçou a tarefa de se desenvolver uma espiritualidade que contemple a concretude da vida cotidiana, analisando a realidade de forma crítica e conservando os valores cristãos, como a sinceridade, a partilha e o perdão. Num trabalho realizado em pequenos grupos, os participantes tiveram a oportunidade de discutirem sobre esta temática, utilizando o livro “Santas Missões Populares”, de autoria do assessor.

Encerradas as atividades no Ginásio Poliesportivo Municipal, uma multidão invadiu as ruas da cidade, levando suas bandeiras e cantando músicas missionárias. Ao longo do percurso, alguns moradores saíram às janelas para admirar os missionários, precedidos pela Cruz. Na praça da Catedral Diocesana, os participantes se preparam para receber o envio do bispo diocesano, que agradeceu a todos aqueles que se engajaram na organização das SMP. Durante o envio, dom Lanza ressaltou o verdadeiro sentido da missão que acontece no testemunho de Cristo no mundo, “vocês foram escolhidos do meio do povo para levar a Boa Nova às nossas comunidades, portanto ide às comunidades”. 

Fonte: Guaxupe.org.br

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *