saudade escrita na area

Saudade é bom?

0 42

Saudade é uma palavra que só existe na língua portuguesa. No dicionário, saudade é sinônimo de solidão, é lembrança nostálgica e ao mesmo tempo suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas. Mas, sinceramente, só consegue explicar o que é saudade, quem já sentiu, não é mesmo?
Sabe aquela sensação de vazio interior quando se pensa em alguém que está longe? E aquele sentimento de ausência, de estar sozinho por causa de quem se foi… Isso pode ser sintoma de saudade.
Bem escreveu o diácono Nelsinho Corrêa, da Comunidade Canção Nova: “… só se tem saudade do que é bom, se chorei de saudade não foi por fraqueza, foi porque eu amei…” Só sentimos saudade de algo que realmente nos marcou, seja uma coisa, uma pessoa ou um tempo. Não sentimos saudade de alguém que nos desrespeitou e nos fez mal, não sentimos saudade de um sapato que nos apertava tanto que andávamos torto ou de um chefe chato que pegava no nosso pé. Sentimos saudade de quem amamos e nos fez muito felizes, mesmo que por um momento. Sentimos saudade daquele sapato que de tanto que usamos tivemos que jogar fora ou daquela época onde éramos nós e nossos melhores amigos sem se preocupar com futuro.
Mas sentir saudade é realmente algo bom? Se formos parar pra pensar por saudade nós sofremos, choramos e algumas vezes chegamos a sentir tanta falta de algo ou alguém que chega a doer. Sentir saudade dói, machuca, mas nos faz lembrar de pessoas que não podemos mais tocar, de sapatos que não fazem mais e de momentos que nunca vão se repetir.
Quando vivemos com intensidade as oportunidades que Deus nos dá, as pessoas e os fatos não passam como o vento em nossa vida… Eles levam um pouco de nós consigo e deixam um pouco deles conosco. Esse pouco ou, às vezes, muito, do que é deixado em nós, é que desperta, de vez em quando, o sentimento que chamamos de saudade.
Quem não quer ter saudade é só não se envolver com as pessoas, não amar, não ter amizade, na verdade não viver. Isso seria impossível, pois nos tornaríamos eternamente infelizes. Uma vez que somos seres sociais, não é possível ser sozinho no mundo, portanto quase sempre sentiremos saudade, pois estamos vivos.
Diante disso, podemos compreender que existem dois caminhos quando experimentamos este tipo de expressão do amor, a saudade:
1. Podemos parar e cultivar apenas o sofrimento;
2. Podemos seguir em frente olhando para a beleza que a saudade faz em nós, descobrindo que somos amados que também somos capazes de amar, percebendo assim que o amor é o melhor de nós.
Precisamos viver bem a saudade, não sentir pena de nós mesmos (as); podemos chorar, o nosso coração pode doer, sentir até que não vamos dar conta de suportar, mas acima de tudo, podemos também perceber que a vida tem algo importante para nós realizarmos e pessoas esperando para que as amemos! Por isso não paremos na dor, é preciso ir além dela… Descobrir o que a saudade tem feito em nós e que melhor podemos ser e realizar.
Portanto, se esse sentimento lhe trouxer alguma sensação ruim, te maltratar e arrastar para a tristeza, merecerá outro nome. Saudade, cuja essência é um sentimento ligado a algo bom, deverá, portanto, trazer-nos alegria e inspirar-nos coisas boas, trazendo-nos paz, mesmo que seja uma paz inquieta! Há sempre uma chance para se recomeçar, pois o Evangelho está em nós e Jesus não quer que essa dor paralise nosso coração, mas que ela nos impulsione!
Abraços fraternos em Cristo!
Silvia Enes
Tagged with: ,

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *