Testemunho Andréa

0 98

Como é difícil falar de minha experiência com Deus em apenas uma folha de papel, porque ela é infinita.

Posso dizer que o grupo de oração Missão Resgate entrou na minha vida no momento certo porque precisei muito e ainda preciso me sentir acolhida. O que mais me afetava era a parte da minha afetividade, me sentia sozinha e queria ter alguém com quem conversar, andar de mãos dadas, tomar um sorvete nas tardes de domingo, etc.

Então sem esperar a hora de Deus procurei nas redes sociais, bate papo e sites de relacionamentos… Encontrei sim um rapaz, quis muito namorar e ter um relacionamento sério, mas ele não me assumiu, ficamos em um vai e volta por um ano e meio, até que ele encontrou outra moça; e eu ainda tinha esperanças com ele… Foi até hoje uma das piores coisas que poderiam me acontecer.

Passados alguns meses, muito carente e chateada, ouvindo o programa do padre Marcelo senti que falava comigo, repetindo as palavras dele: “uma moça, sim moça ainda que está cansada de rapazes que só querem aproveitar dela e ela vê o tempo passar e se desespera, só que quem ela espera está perto e é um amigo e ele vai se declarar ainda essa semana”. Fiquei procurando o tal amigo: na faculdade meu melhor amigo tinha namorada, lembrei de um amigo em outra cidade e que também não era, apareceu alguém naquela semana me pedindo o telefone (não era aquela amizade, o tinha em redes sociais e por lá conversávamos), pensei “é ele meu escolhido”, me enganei, fiz o rapaz sofrer, sofri muito por não ser como eu queria. Tudo começou muito de repente, em uma semana trocamos relacionamento no facebook para sério e terminamos no final de semana de uma maneira horrível, ele tinha um envolvimento com a doutrina espírita e mudava de personalidade sempre. Uma semana antes a Danusa pregou e falava que iriam aparecer homens lindos e mulheres lindas querendo nos confundir e não era para nos deixar enganar, foi o que me aconteceu.

Sugava minhas forças, discutíamos muito por coisas fúteis, tinha ciúmes até das minhas amizades, não tinha tempo para dar atenção a ele, por fim já esgotada entrei numa crise de choro e não dormia a noite, estava entrando em depressão, estava desistindo da faculdade e da vida, ia me arrastando, custava levantar cedo. Discutimos por telefone pela última vez no sábado e nunca mais conversamos, me bloqueou no facebook e a ausência dele também me fez falta por mais que me afetou, fui recuperando aos poucos e hoje faz mais de ano que tudo aconteceu. Estes relacionamentos passados ainda me influenciam a não querer mais ninguém e pensar que todos os homens são iguais. Sei agora que não é bem assim, nos fortalecemos em cada queda e temos que confiar em dias melhores.

Hoje me vejo forte em Cristo nosso Senhor, só Ele sim é digno de meu amor em primeiro lugar, é o meu amor maior, meu primeiro amor.

Andrea Pereira

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *