yago

Testemunho Yago

0 20

Então, minha vida antiga era totalmente “bagunçada”, sem sentido. O que fazia era para tentar satisfazer minhas vontades, sem me importar com as consequências. E isso sempre trazia-me diversos malefícios: tristeza, sofrimento e raiva.

Sempre tive uma base religiosa, meus pais sempre me incentivaram a ir na igreja, nem se fosse somente por ir, mas acho que pensavam que só de estar lá iria mudar. É, em certas circunstâncias estavam corretos, pois aprendi muitas coisas nesse meio santo, mas só que quantas vezes participei por interesses, como por exemplo festas e garotas. É meus queridos irmãos, minha mãe e avó, sempre diziam: “Deus sempre escreve reto em linhas tortas”.

E essa minha conduta perdurou até agosto de 2013. Até que para honra e glória do Senhor apareceram três anjos na minha vida para resgatar esse pecador aqui. São elas Ana Carolina, Ana Paula e Allana; lembro claramente que de tanto insistirem para eu ir no grupo “Missão Resgate”, acabei cedendo.

Fui para o grupo todo desconfiado. Cheguei na porta da igreja e escutei aquela música animada, nisso o povo pulava, dançava e cantava. Ao entrar, já foi um “susto”, aquele pessoal jovem todos sorrindo e me acolheram muito bem. Sentado ali somente observava o movimento, de repente, ouço rumores ao meu lado: “…é a Danusa que vai pregar hoje…”, aí o meu olhar voltou-se para o centro da igreja e pensava comigo: Então essa é a Danusa vamos ver se é boa mesmo…”, irmãos … kkkk… fui embora chorando, foi naquele momento que me apaixonei, por esse apostolado maravilhoso que é o Missão Resgate. E não deixei de ir mais.

Nisso, não é que minha vida tornou-se um mar de rosas. Tenho luta para travar todos os dias, contra minha sexualidade e afetividade, na minha família e no mundo.

Hoje sirvo nessa Comunidade maravilhosa, que é uma “benção” em minha vida, que é a CMR. Onde com todos os irmãos na fé partilhamos as boas novas do Senhor e buscamos a SANTIDADE.

Deus abençoe, que a Virgem Santíssima interceda por todos vocês.

Yago

Artigos Similares

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Seu comentário será publicado após aprovação! *Campos obrigatórios. *